De olho nas tendências do varejo

0
333

 

tendencias_BLOG

Relembrando alguns pontos da lista “100 coisas para se prestar atenção”, divulgada pela JWT no início do ano e complementações da revista Shopping Centers da Abrasce.

  1. Impressão biológica em 3D – O uso dessa tecnologia na medicina promete ser revolucionário com a criação de tecidos orgânicos a partir de células vivas.
  2. Playgrounds para adultos – Alguns países da Europa, China e Estados Unidos já adotaram a ideia para combater a obesidade e promover a prática de atividade física. Os playgrounds foram instalados em espaços públicos e ganham adeptos.
  3. Moedas alternativas de marcas – As ações dos consumidores serão moeda na promoção de marcas que utilização as redes sociais para compartilhar experiências dos clientes. Um exemplo foi a iniciativa da Nike, que apostou na troca de produtos por “quilômetros de exercícios” medidos com o uso de um dispositivo da marca.
  4. Appcessórios – Conectar o virtual ao real já é possível, graças a óculos e pulseiras que utilizar o conceito de realidade aumentada e complementam a experiência digital da marca.
  5. Parcerias B2C/P2P – Marcas consolidadas buscarão apoio em negócios digitais para abrir, explorar e conquistar novos nichos de mercado.
  6. Bloqueio de publicações chatas nas mídias sociais- Usuários das principais plataformas poderão bloquear mensagens e imagens indesejadas de maneira fácil e prática.
  7. Cloaking – Escolha de privacidade por um período determinado de horas. Dispositivos ajudam os usuários a ficar “invisíveis” nas redes sociais.
  8. Crescimento verde – As empresas se preocuparão mais com o crescimento sustentável, aliando o progresso econômico à questão da preservação dos recursos naturais.
  9. Educação sem papel- O uso da tecnologia na educação parece ser um processo irreversível, capaz de levar aprendizado e renovar as formas de conhecimento. A Coreia do Sul terá todo o seu sistema de ensino digitalizado a partir de 2015.
  10. Senhas 2.0 – Novas alternativas, bem mais seguras, com o reconhecimento facial ou de voz e a impressão digital, já estão presentes em smartphones e devem se expandir.
  11. Produtos silenciosos – De máquina de lavar a carros, haverá um esforço para desenvolver produtos que levem á diminuição da poluição sonora.
  12. Doces com menos culpa – A indústria de alimentos se voltará para a produção saudável, com redução de açúcares e gorduras para atender consumidores preocupados com o bem-estar e a forma física.
  13. Web design ajustável – A proliferação das plataformas on-line para smartphones, tablets e PCs aponta a necessidade de adaptação de conteúdo para diferentes formatos de tela.
  14. Apps de monitoramento de estresse – Neurocientistas e engenheiros já desenvolveram um protótipo de relógio que monitora o nível de estresse.
  15. Precificação variável – Linhas aéreas e hotéis têm utilizado preços variáveis para os mesmos serviços dependendo de fatores como antecipação da compra, ações da concorrência e procura. Essa prática chegará a outras categorias de serviços impulsionadas pelo uso da tecnologia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui