Shopping 3D – plataforma busca mudar a experiência do e-commerce

0
325

Um novo projeto, apresentado na  semana passada, promete inovar e trazer a conveniência do e-commerce e a sofisticação de um shopping center. O I Love Mall é um shopping 3D que pretende reunir em uma única plataforma marcas das categorias de moda, decoração e lifestyle, em uma prática de e-commerce diferente: nos corredores virtuais, fachadas das lojas modeladas em 3D, com todo branding e comunicação visual, que poderá passar suas mensagens, conteúdos, essência e comunicação, como no ponto de venda físico. Vídeos, fotos, campanhas são bem vindos e associados à loja online, priorizando sempre o valor da marca, frente ao produto e preço.

A previsão de lançamento é entre março e abril deste ano, a plataforma terá a capacidade de hospedar até 720 lojas. “Se a empresa já possui e-commerce, linkamos sua operação em nossa plataforma. Se ela precisa de qualquer auxílio no que diz respeito ao ambiente virtual, oferecemos a solução completa, por nossa estrutura ou parceiros cooperados”, afirma Antonio Amaro Mesquita, diretor de operações do I Love Mall.

Apostas

Anexos ao I Love Mall, duas alas setorizadas são grandes apostas: Design Mall e Antes do Sim. O primeiro, reunirá os principais pilares em arquitetura, decoração e design. As marcas poderão expor seus trabalhos e escolhas da temporada. Arquitetos poderão montar o projeto em qualquer lugar do Brasil, com entrega programada e visualização cenográfica mais real. O segundo, um espaço dedicado às noivas, que reunirá os principais fornecedores de casamento, desde decoração, buffet, som, foto, filmagem, alianças, até lembrancinhas.

Curadoria de conteúdo

Celebridades e formadores de opinião serão convidados para interagir com a plataforma. “Atrizes, decoradoras, gourmands, blogueiras, it girls e muito mais. Todas apontando suas escolhas e criando conteúdos exclusivos”, afirma Carolina Leonhardt, diretora de marketing do empreendimento, que terá também um canal de TV: o Mall TV. O objetivo é reunir  programas de saúde, fitness, bem-estar, moda, decoração, gastronomia, noivas, com nomes renomados de cada segmento para mostrar as principais tendências aos usuários.

Gestão

Com investimento da ordem de R$ 40 milhões, o empreendimento é uma iniciativa do Fundo Malltech, com os sócios Ricardo Abdo (especialista em gestão no mercado financeiro, com passagens por Bradesco, Santander e Itaú, que responderá como CEO), Antonio Mesquita (diretor de operações e talento precoce do mundo digital, que desde 2006 trabalha no desenvolvimento da plataforma para Shopping em 3D), Sergio Waib (empresário de comunicação, que detectou a necessidade de dar relevância às marcas, por meio de uma experiência de internet atrelada à mobilidade) e Carolina Leonhardt (diretora de marketing, pioneira em vendas pela web e gestão de moda, com experiência na Daslu, Le Lis Blanc – Grupo Restoque, BrandsClub e OQVestir).

“Oferecemos às marcas full solution commerce, relevância de seu branding, maior taxa de conversão de venda com o menor custo de marketing”, afirma Ricardo Abdo. E o consumidor ganha em conforto, praticidade, interatividade, e  uma real experiência de compra.

Marketplace

Ainda não dá para saber se esse será o caminho para os shoppings entrarem na corrida do comércio online, mas já é uma iniciativa. Conforme apresentado em pesquisa durante o 1o. Fórum Brasileiro de Shopping Centers, que também aconteceu na semana passada, promovido pelo LIDE com o apoio da GS&BW, empresa coligada à GS&MD – Gouvêa de Souza, em pesquisa realizada com os representantes do setor presentes no evento sobre a participação dos shoppings no e-commerce brasileiro, 30% acreditam que isso se dará no curto prazo e 45% no médio prazo – talvez iniciativas como esta possam ser um caminho válido para o setor. A pesquisa revelou também que, para 11% dos participantes, os shoppings não investirão em e-commerce.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui