Como construir seu networking?

0
70

Construímos relacionamentos o tempo todo, mas até que ponto sabemos como utilizá-los a nosso favor?

 Cada vez mais difundido, o termo networking (traduzido livremente como “rede de contatos”) reforça a constante necessidade de buscarmos aproximação com pessoas, grupos e entidades que sejam de nosso interesse.

Existem inúmeras publicações a respeito do tema, porém poucas fazem referência à timidez, característica presente em todos nós em maior ou menor grau.

Em dias atuais, construímos a ideia errada de que só os introvertidos são tímidos, o que não é verdade. Segundo especialistas, a timidez tem relação direta com o estar à vontade consigo mesmo, principalmente em situações sociais.

Quando você associa falar ou interagir socialmente com angústia, constrangimento e vergonha, provavelmente fará um grande esforço para fugir desses momentos, o que pode gerar uma falta grave para quem busca fazer networking.

Mas como construir um bom networking?

Com o advento das redes sociais, você já parou para imaginar com quantas pessoas troca mensagens? Pois é! Sua rede de contatos pode ser maior do que você imagina!

Antes de dar início a sua rede de contatos, invista tempo treinando seu discurso. Simule uma situação em que tenha de descrever seu trabalho, por exemplo, e treine com os amigos que você tenha certeza que acrescentarão algo novo sempre.

Em seguida, organize seus contatos por ordem de interesse, defina seus objetivos e procure identificar quem são os amigos de seus amigos.  Peça a eles que o indiquem a pessoas com quem tenha interesse em manter contato.

Se você tem um hobby, vale muito aproximar-se de pessoas com os mesmos objetivos, bem como participar de palestras e cursos sobre assuntos de seu interesse pode abrir muitas portas.

Se estiver em um evento, evite ficar em um canto apenas conversando com o seu próprio grupo de colegas. Procure circular e ver o que acontece, mas não se esqueça de que seu primeiro cartão de visitas é sua aparência.

Procure criar um grupo em redes sociais profissionais e sempre que possível esteja presente trocando ideias e informando aos participantes o que está fazendo profissionalmente. Se preferir, você também pode criar um blog e convidar seus contatos para contribuir com artigos e notícias de interesse geral.

Desenvolva um interesse genuíno pelas pessoas que pretende incluir em sua rede. Esteja sempre disponível para ajudar seus contatos e não os procure apenas quando precisar de um favor. Um e-mail, um telefonema no aniversário ou mesmo a indicação de um artigo online são sempre muito bem vindos.

Por fim lembre-se: construir uma rede dá trabalho e exige foco, persistência e estratégia, por isso, seja você mesmo e aja com naturalidade. Não tente fingir ser quem você não é.

Por Rodrigo Anunciato (rodrigo.anunciato@gsmd.com.br), Gerente de Soluções e Projetos da GS&MD – Gouvêa de Souza

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Insira seu seu nome aqui