Eficiência e Produtividade no ponto de venda

0
279

Mudando um pouco o foco de meus últimos artigos, vamos falar das palavras de ordem do momento. Que relação podemos fazer entre a importância do ponto de venda e a produtividade e a eficiência na operação? Muitos fatores podem ser colocados nesta conta. A localização é o elemento de maior importância na escolha do ponto comercial, e atinge em cheio, positiva ou negativamente, o desempenho do seu negócio.

Eficiência e produtividade são, na maioria das vezes, expressões muito utilizadas, mas pouco compreendidas e estudadas no que se refere ao nosso negócio. Quando se trata de pontos de venda, imagina-se que elas estão no treinamento dos colaboradores, nos equipamentos, na operação da porta pra dentro. Na verdade, ela começa da porta pra fora, bem longe do ponto.

Para não estender demais o assunto, vou citar apenas um fator, que por sua vez desdobra-se em outros: acessibilidade. Trata-se de um conceito relativamente simples, mas que, uma vez colocado sob as lentes de um microscópio, revela-se muito mais amplo do que se possa imaginar.

Um Raio X da Acessibilidade

Ela começa na estrutura viária da macrorregião e na oferta de transporte público. Pensando no seu cliente interno, seus colabores: quanto tempo e esforço devem aplicar para chegar ao local de trabalho? Quanto mais tempo levam, mais desgastes físico e psicológico terão, sem falar no tempo que ficam no trajeto e não no trabalho produzindo. Má estrutura viária gera perda de mobilidade, seja de carro ou de transporte público. Basta consultar um dos muitos estudos que existem sobre como a mobilidade impacta o desempenho dos funcionários. Haja treinamento e motivação.

Indo um pouco além do cliente interno, falando de logística. Distribuição de produtos para suas unidades, passa pelo mesmo problema: tempo e custo. Quanto mais carregado o trânsito, mais demorada fica a operação, corre-se o risco de rupturas e o custo adicional destrói as margens. A logística reversa, necessária em muitas operações que geram materiais descartáveis em grande quantidade e que devem ser desovados constantemente, vai sofrer as mesmas perdas.

Podemos argumentar que muitos destes elementos não estão sob nosso controle. No entanto, ter a ciência da forma e em que medida estes problemas podem influenciar na produtividade e na eficiência do negócio é o passo para amenizar os impactos na operação e tomar as medidas necessárias para melhorar estes aspectos na microrregião.

Nota: Alinhada com o momento em que vive o mercado, a 17a edição do Fórum de Varejo da América Latina, realizado pela GS&MD – Gouvêa de Souza nos dias 26 e 27 de Agosto no auditório da Fecomércio em São Paulo terá como tema central a busca da Eficiência e Produtividade no setor. Para mais informações, acesse: www.forumdevarejo.com.br

 

Por Mônica Barboza Paes de Barros (monica.barros@bgeh.com.br), diretora de Real Estate da BG&H.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui