87% dos brasileiros pretendem presentear neste Natal. Valor médio do presente deverá ser de R$ 122

0
154

Pesquisa revela cenário positivo para o varejo neste Natal: mais brasileiros devem ir às compras e gastar mais com os presentes em relação ao ano passado. De acordo com o levantamento, 87% dos consumidores entrevistados têm a intenção de comprar pelo menos um presente este ano (um aumente do 20% na comparação com 2013).

Apenas 3% dos consumidores entrevistados disseram que não vão comprar nada para presentear e outros 10% ainda estão em dúvida ou não souberam responder. O objetivo da pesquisa foi avaliar a intenção de compras no Natal de 2014, mapeando as preferências e percepções dos consumidores em relação aos produtos, preços, forma de pagamentos e locais de compra.

Confira outros insights do levantamento:

  • O valor médio gasto com cada presente deve saltar de R$ 86,59 no Natal passado para R$122,40 em 2014. Um aumento superior a 30% (já descontada a inflação).
  • Em média, cada consumidor deverá comprar quatro presentes neste fim de ano (similar ao observado no Natal de 2013).
  • 33% dos entrevistados querem diminuir os gastos com os presentes este ano, 40% pretendem gastar a mesma quantia que no ano passado e 27%  estão dispostos a desembolsar mais neste Natal.
  • 51% dos consumidores entrevistados relataram a impressão de que os preços estão mais caros este ano. Entre esses, a sensação de inflação elevada é o principal motivo apontado pelos entrevistados (70%). Essa percepção é ainda mais disseminada entre os consumidores das classes C, D e E (78%).
  • Para seis em cada dez consumidores, o preço é o fator determinante no momento de escolher o local onde os presentes serão comprados.
  • A localização (36%), as promoções (36%), a diversidade de produtos (33%) e a segurança do local (22%) também influenciam na decisão sobre o estabelecimento.
  • 86% estão dispostos a pesquisar melhores condições de pagamento e valores mais em conta.

Lista de presentes e perfil do presenteado:

Os presentes mais citados foram:

  • 77% roupas
  • 50% calçados
  • 45% perfumes/cosméticos
  • 20% smartphones

Há uma predominância maior de mulheres que presenteiam calçados (55%) e de homens que presenteiam smarthphones (24%). Quem decide presentear alguém leva em conta, principalmente, o perfil do presenteado (47%), o desejo de quem ganha (20%) e o preço do presente (11%).

As mães aparecem em primeiro lugar na relação dos mais presenteados (56%), seguidos pelos filhos/filhas (53%), cônjuges (52%), pai (36%), amigos (22%) e namorados/namoradas (20%).

Forma de pagamento:  

As formas de pagamento mais utilizadas nas lojas brasileiras, segundo os entrevistados, serão:

  • 50% dinheiro
  • 27% cartão de crédito parcelado
  • 10% cartão de crédito à vista

Para quem vai parcelar os presentes, a média é de cinco prestações por compra. Houve um crescimento significativo de consumidores que pretendem parcelar as compras no cartão. No Natal do ano passado o percentual era de 16% e subiu para 27% neste ano.

Local da compra:

Os locais preferidos para as compras devem ser:

  • 62% shopping centers
  • 40% lojas virtuais
  • 27% lojas de rua

De todos os presentes que serão vendidos no Natal deste ano, cerca de 20% serão provenientes da internet.

A pesquisa entrevistou 681 consumidores de ambos os sexos e de todas as idades e classes sociais nas 27 capitais brasileiras. A margem de erro é de no máximo 3,7 pontos percentuais para um intervalo de confiança a 95%. Isso significa que em 100 levantamentos com a mesma metodologia, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões.

Fonte: SPC Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui