Os estoques estão altos, e agora?

0
201

Por Alexandre Machado*

Em meu último artigo (que você pode ler clicando aqui) abordei uma preocupação de muitos varejistas: os estoques. Sejam eles altos, desbalanceados ou obsoletos. E essa “dor” pode ser maior ou menor conforme o segmento de atuação da empresa e ao mercado onde ela está inserida.

Naquela ocasião, passei rapidamente pela necessidade de processos eficientes e de um planejamento integrado entre vendas, estoques e compras. Tudo isso suportado por um processo e uma ferramenta eficiente e muito utilizada no mercado que é o OTB (Open to Buy).

Mas somente isso não será suficiente para garantir que a empresa não sofra com os níveis de estoques e não deixe seu fluxo de caixa comprometido, principalmente em momentos como o que o varejo brasileiro vem passando.

Essa poderosa ferramenta tem que estar integrada com outros processos e ferramentas, muitos deles transcendem a área de compras e produto e integram-se com áreas de operações de loja, logística, marketing e financeira. Entre as principais destaco:

• A gestão do ciclo de vida dos produtos suportada pelos calendários de lançamentos de produtos e processos e políticas claras para demarcações de preços;

• A definição do plano de sortimento já orientada pelos cluster de lojas, buscando assim a assertividade na alocação das mercadorias de acordo com as características de cada mercado e loja;

• O modelo de abastecimento e operação logística, que abrangem as definições de localização dos estoques, modelos de armazenagem e sistemas de distribuição tais como cross docking ou flow through;

• Parâmetros de reposição integrados aos planos de compras.

Como podemos ver, são diversos elementos e processos-chaves que devem ser trabalhados e somente assim a empresa obterá um modelo eficiente de gestão de mercadorias e estará em linha com as boas práticas do mercado. Outro ponto importante é que existem formas de fazer tudo isso sem grandes investimentos em sistemas e/ ou projetos grandiosos.

*Luiz Alexandre de Paula Machado (alexandre@gsmd.com.br) é diretor da área de consultoria da GS&MD – Gouvêa de Souza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui