Crise ou oportunidade?

0
10

Por Jean Paul Rebetez*

Nestes últimos meses as notícias são as mesmas em se tratando de consumo. Estamos sendo bombardeados por números, índices e comparações que nos mostram o quanto estamos na “lama”! E estamos de fato! Porém essa “lama”, na maioria das empresas, já vem de muito tempo.

O quadro clínico já mostra degeneração da saúde empresarial há muito tempo, agravada pela falta de audácia, eficiência e inovação em muitas empresas.

A gradual falência dos órgãos vem acontecendo de forma muitas vezes imperceptível, é como uma metástase, que, corrói o EBITDA lenta e vagarosamente, quando menos percebemos já tomou conta dos processos vitais.

Aplicamos os remédios conhecidos: cortes de custos, redesenho de processos, monitoramentos diversos, métricas e mais métricas!

Em um mercado cada vez mais competitivo, acirrado, complexo e ofertado só a aplicação dessas prescrições clássicas não revertem o quadro do paciente.

Em casos de “epidemia” de falta de confiança do consumidor, instabilidade política e restrição de dinheiro circulante o que vemos são estas empresas que já vinham cambaleantes agonizarem!
Produto, comercialização e comunicação já apresentavam falhas severas antes mesmo da crise se instalar. Isto sem comentar a ausência de liderança, que muitas vezes estava desfocada da busca da informação, conhecimento e sabedoria para evolução do negócio com excelência.

Como a maioria já ouviu falar que crise, em mandarim, tem dois sentidos: um deles é oportunidade. Com muita audácia, estratégia e execução aproveitaremos o momento e acharemos a rota de oportunidade. Esse exercício é diário, o estímulo da liderança é vital.

Múltiplas ações estão por fazer, palestras, workshops, consultorias, comitês multidisciplinares de gestão, eficiência e desempenho e acima de tudo “tirar o bumbum da cadeira” e circular, transitar, analisar as melhores práticas que podem ser caminhos a ser adotados.

Não é a crise que nos abate e sim a falta de preparo, audácia e inovação na gestão. Ou seja, saúde empresarial!

Podemos afundar nesse momento ou evoluir a outro patamar: está em nossas mãos!

*Jean Paul Rebetez (jean.rebetez@gsmd.com.br) é diretor de Consultoria da GS&AGR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Insira seu seu nome aqui