LATAM, um exemplo de otimismo e profissionalismo!

0
58

Por Jean Paul Rebetez*

Na semana de 24 a 27 de agosto tivemos o LATAM Retail Show em São Paulo. Que exemplo de confiança e otimismo! Empresários, executivos, organizadores, todos discutindo estratégias e viabilidades para um cenário extremamente bicudo.

Admiro essa gente! Em meio a uma das crises mais complicadas, política e economicamente falando, China dando soluços que balançam o mundo; índice de confiança do consumidor a níveis há tempos não vistos por essas bandas; famílias reduzindo suas despesas no que podem; desemprego aumentando drasticamente, dobrando nos últimos oito meses; dólar turismo (quem diria) já superou os R$ 4 nas casas de câmbio; e aquele grande evento reunindo quem está mais próximo disso tudo, sentindo na “ pele” as agruras do custo do capital, das margens se achatando e os estoques crescendo!

Essa gente tem valor! Sabemos o quanto ser empresário no nosso País é uma tarefa para poucos. Haja estômago! No LATAM, tive a oportunidade de ver desde jovens e desconhecidos empreendedores, como o Jeferson Santos de Souza, proprietário da marca Egosss, que lá pelas tantas identificou uma oportunidade na periferia de São Paulo e lançou sua “marca ostentação”. Onde todos veem um bolsão de pobreza, ele viu oportunidade ($$$)! Dali, veio e dali está indo para o mundo, exportando sua moda para Los Angeles e Nova York (EUA). Que paradoxo! Ostentação na periferia, nada mais caricato do que vemos nos bairros nobres de São Paulo, talvez o empresário Jeferson não entenda desta maneira, mas vejo uma imensa crítica da moda que ele cria para com os nossos valores – vale filosofar sobre o assunto!

Vi também empresários consagradíssimos como o Abilio Diniz, que, do seu jeito bem varejo e simples, deu alguns conselhos para todos ali reunidos. “ Inovação custa caro e demora, benchmarking é a melhor opção”, ou seja, copia quem está fazendo melhor. Ou, em tempos de crise, onde o caixa está apertado. “Encosta o bum-bum na parede e espera”.

Todos eles ao seu modo, do seu jeito, apresentaram uma coisa em comum: vão continuar fazendo, criando ou copiando, investindo se tiver caixa ou, como disse o Abilio, aguardando e se preservando até a tempestade passar, mas todos eles unanimemente mostraram que não baixam a guarda, são otimistas e acima de tudo traçam rumos para os seus negócios como verdadeiros líderes.

Oxalá, essa gente de valor!

Jean Paul Rebetez é diretor de Consultoria da GS&AGR

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Insira seu seu nome aqui