Pontos de vendas físicos são essenciais para relacionamento com consumidores, diz diretora da Maybelline

0
758

A cada dia, os vendedores dos quiosques da Maybelline ouviam pedidos dos consumidores para trazer ao Brasil o Instant Anti Age Eraser, corretivo queridinho da marca, revelou Barbara Fortes, diretora de varejo da da Maybelline e Nyx, durante o Latam Retail Show.

No entanto, o produto precisaria ser importado e custaria o dobro do preço dos corretivos já vendidos e, por isso, a empresa resistiu por muito tempo. Quando finalmente decidiu fazer um teste e vender o produto, ele se esgotou em dois meses. “Deveríamos ter ouvido as consumidoras antes”, disse.

Agora, a marca espera aprender com o seu erro e ouvir pedidos e reclamações das consumidoras. Para a diretora, essa é, inclusive, a principal vantagem de ter pontos de venda físicos, como os mais de 170 quiosques da marca pelo Brasil.

O formato foi criado em 2011 para ter um ponto de contato com os consumidores. A empresa, que faz parte do grupo L’Oréal, já tinha diversos canais de vendas, como lojas de departamento, farmácias e marketplaces.

Um dos receios ao criar o quiosque era a canibalização dos outros modelos de venda. No entanto, com a abertura deles, as vendas dos revendedores nos mesmos shoppings cresceram cerca de 40%, afirmou Fortes. Segundo ela, as lojas físicas reforçam a marca e impulsionam as vendas também em outros meios.

Fonte: Exame.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui