Bayer lança “licença Peternidade” em parceria com a Petz

0
4012

A licença é oferecida a quem adotar um animalzinho de estimação durante campanha realizada na empresa

Para engajar seus colaboradores sobre a importância dos cuidados com os animais, a Bayer, por meio de sua unidade Saúde Animal, promove o Dia do Bem-estar Animal, criado pela empresa em 2014 em comemoração ao Dia Internacional dos Animais, que acontece na próxima semana, dia 4 de outubro.

Neste ano, a campanha ganhou a parceria da rede Petz e incorporou também um incentivo para a adoção animal. Nove cachorros e três gatos da ONG Projeto Cel (parceira do projeto Adote Petz) visitarão a sede da companhia, em São Paulo. Os colaboradores que adotarem um mascote, durante a ação realizada no dia 5 de outubro, quinta-feira, das 10h às 15h, ganharão direito à Licença PETernidade. Com o benefício, os colaboradores adotantes terão o dia seguinte a ação de folga e, por ser uma sexta-feira, serão ao todo três dias para que os donos possam se dedicar totalmente à adaptação com o novo pet.

Além da licença Peternidade, todos os animais disponíveis para adoção estarão castrados, vacinados e vermifugados, e ainda receberão um kit completo para seus primeiros meses no novo lar com produtos Bayer e serviços nas lojas autorizadas da rede Petz (como consulta veterinária e banho), além de brinquedos e petiscos. Além de orientações e visita de um adestrador para indicar técnicas de obediência e orientações para a convivência na nova casa.

Os colaboradores adotantes também ganharão algumas facilidades como receber uma caixa transporte para que possa levar seu novo pet para a residência em segurança e, aqueles que não dispuserem de transporte próprio, poderão realizar o trajeto em um táxi, sem custo aos mesmos.

“É fundamental apoiar o colaborador no estabelecimento desta nova rotina, em que chega ao lar um novo membro. Permitir que ele tenha tempo para se dedicar aos primeiros cuidados como planejar a alimentação, cuidar da saúde e tudo que envolve o bem-estar de seu novo amigo, garante que a adaptação seja tranquila para todos. E esse tempo com o animal será importante para ambos tanto na questão emocional do colaborador, que sabe que seu animal está bem adaptado a sua nova casa, quanto ao pet em si, que estará em segurança quando o dono retomar suas atividades profissionais”, conclui Elisabete Rello, head de Recursos Humanos da Bayer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui