Fluxo de consumidores em lojas aumentou em setembro

0
661

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, o movimento dos consumidores nas lojas registrou, em setembro deste ano, alta de 1% em relação a agosto, já efetuados os ajustes sazonais.

Já na comparação como o mesmo mês do ano passado a alta foi mais expressiva, de 3,4%.

Foi o melhor resultado neste critério de comparação desde julho de 2015. No acumulado do ano até setembro, a atividade varejista recuou 0,4% frente ao período de janeiro a setembro do ano passado.

A retomada do crescimento da massa real de rendimentos, alavancada pela queda da inflação e pelo início de recuperação do nível de emprego formal, tem contribuído para a definição de uma tendência positiva da atividade varejista.

Neste contexto, reduções das taxas de juros, a volta do crédito e a melhor confiança dos consumidores, amplificam este movimento.

Em setembro, todos os segmentos varejistas pesquisados registraram crescimento:

  • supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (1,2%)
  • móveis, eletroeletrônicos e informática (4,1%)
  • combustíveis e lubrificantes (1,2%)
  • veículos, motos e peças (1,3%)
  • tecidos, vestuário, calçados e acessórios (0,4%)
  • material de construção (3,3%).

No acumulado do ano, a maior retração do consumidor deu-se no segmento de material de construção, o qual registrou queda de 14,9% frente ao mesmo período do ano passado.

A segunda maior queda foi de 12,1%, observada no fluxo dos consumidores nas lojas de móveis, eletroeletrônicos e informática, seguida de perto pela retração de 12,0% no segmento de tecidos, vestuário, calçados e acessórios.

Houve recuos também de 9,2% no segmento de combustíveis e lubrificantes e de 9,1% nas lojas de veículos, motos e peças. Somente o segmento de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas registra alta no acumulado do ano até setembro: 0,2%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui