Construtora Katz passa a aceitar Bitcoin como meio de pagamento

1
2407

A moeda digital criptografada pode ser usada para comprar imóveis, lotes e outros empreendimentos da construtora mineira, responsável pela execução de projetos de alto luxo de edifícios residenciais, comerciais e de loteamentos, dentro e fora de Minas Gerais.

“Aceitar Bitcoin é uma oportunidade de ampliar as modalidades de pagamento para nossos clientes e ainda de acompanhar o que é tendência no mercado, mas principalmente é uma maneira de oferecer a quem investiu na moeda, a alternativa de adquirir um bem, como um apartamento, por exemplo”, destaca Athos Bernardes, diretor de Incorporação da empresa.

Para Daniel Katz, presidente da construtora, a moeda virtual é ainda uma chance para os investidores adquirirem seu primeiro imóvel. “Muitos detentores de Bitcoin são jovens, alguns inclusive ainda residiam com os pais quando apostaram na criptomoeda. E agora, com os rendimentos podem comprar imóveis para morar, ou mesmo para se tornar um investidor, revendendo ou alugando o imóvel”, diz.  

Todos os empreendimentos da construtora, incluindo os que estão localizados em outros estados, podem ser adquiridos por meio da moeda virtual. 

Sobre a moeda

Criada em 2008 pelo programador Satoshi Nakamoto, a Bitcoin é uma moeda cuja transação não passa por bancos ou país e sim por pelo blockchain, uma rede de computadores interligados que fazem cálculos 24 horas por dia para tornar as transações possíveis. O software é mantido por milhares de usuários e usa criptografia para ser segura. A moeda precisa ser descoberta, por isso computadores em todo o mundo “mineram” moedas, competindo uns com os outros para validar as operações e formar um bloco. Por ser uma moeda descentralizada, ou seja, por não possuir controle de governos, tem chamado a atenção de muitos investidores, especialmente jovens. De janeiro a novembro de 2017, o ativo valorizou 1.500%. Atualmente, apenas uma moeda de Bitcoin vale mais de R$ 60 mil reais.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui