Perdas dos supermercados diminuem devido à crise e deflação

0
855

Estudo realizado pela Sociedade Brasileira do Varejo e Consumo (SBVC) aponta que os supermercados reduziram os índices de perdas, ou seja, a parte da receita que não entra em caixa por problemas operacionais, como vencimento de produtos e furtos. O número médio desta perda em 2017 foi de 1,97% da receita, contra 2,26% em 2016.

Para Carlos Santos, presidente da comissão de perdas da SBVC, a crise foi responsável por esta queda, pois as empresas precisam melhorar sua rentabilidade e passaram a prestar mais atenção aos custos.

Para Everton Muffato, sócio do grupo Muffato, a diminuição de estoques, especialmente no ano passado também ajudou a controlar as perdas. Quando um produto fica mais barato, e passa muito tempo com o supermercado, perde mais valor. Para evitar prejuízos, as empresas armazenam menos, reduzindo as perdas.

“É o contrário da inflação, quando aumentam os estoques. Além disso, o setor também teve de proteger a rentabilidade por causa da crise”, disse Muffato.

*Com informações do jornal Folha de S. Paulo

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui