Flagship store da Ray Ban reúne história e serviços diferenciados

0
982

A Ray-Ban foi criada em 1937 e é atualmente a maior marca de óculos de sol do mundo, tendo itens sendo vendidos a US$ 300. Sua flagship store, inaugurada recentemente no bairro do Soho, em Nova York, esteve no roteiro de visitas técnicas da GS&MD.

A grande virada na história da Ray-Ban aconteceu em 1999, quando a marca foi comprada pela  Luxottica por US$ 640 milhões. Graças a um plano de reviravolta agressivo, ela apresentou um notável retorno, depois de entrar em decadência. A grife está trabalhando duro para continuar esta transformação.

Devido às mudanças, em 2000, a Ray-Ban gerou 252 milhões de euros para a Luxottica, ou 10% das vendas da empresa. 14 anos depois, este valor já havia aumentado mais de oito vezes para 2.065 bilhões de euros, ou 27% das vendas da Luxottica.

Hoje, a marca conta com 5% do mercado global de óculos e é a maior marca de óculos de sol. A flagship store de Nova York foi uma das primeiras lojas próprias da Ray Ban e nela sua história de 80 anos é reforçada. A loja conta inclusive com um museu. Alexandre van Beeck, sócio-diretor da GS&Consult e colunista do Portal Mercado & Consumo reforça os diferenciais da marca em relação aos serviços que oferece. “Eles têm alguns serviços, tanto de customização quanto de personalização de óculos. É possível gravar o seu nome ou uma mensagem, tanto na armação quanto na caixinha dos óculos. Mas o grande diferencial é o serviço de optometria, eles oferecem exames de vista lá dentro, é possível fazer sua lente Ray Ban de grau sob medida. A loja reúne tanto a parte conceitual quanto a de novos serviços”, disse.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui