As startups como modelo de inovação sustentável no varejo

0
1033

As startups também são parte importante do universo do varejo. Sendo assim, o tema fez parte do Retail Trends, evento organizado pela GS&MD, no Expo Center Norte, em São Paulo. Na palestra “Lab-It: A cultura de laboratório como mecanismo de inovação sustentável”, Caio Camargo, sócio-diretor da GS&UP e Fabiana Mendes, sócia-diretora da GS&Friedman destacaram as novas empresas que surgem no varejo e os laboratórios para experiências inovadoras.

Para abrir a apresentação, a dupla trouxe o novo foguete que a Tesla lançou no espaço com um carro da marca que está colhendo imagens. O exemplo foi usado por Camargo para explicar “Inovação não é apenas pensar fora da caixa. É ter uma ideia que seja aplicável e faça sucesso. A inovação está em explorar estas boas ideias.”

Esta inovação passa por toda uma reestruturação de negócio, de cultura da empresa. “Cultura de inovação é mais que deixar os funcionários irem de bermuda trabalhar. Nem todas as empresas estão conseguindo se adaptar a isso,” explicou o palestrante.

Para trazer a inovação, o varejo se utiliza de basicamente dois modelos: externo que são as startups e interno que são os laboratórios. As startups são basicamente “empresas que pegam um pequeno problema do mercado para trazer a solução. Todas as startups nascem assim: novas formas de solucionar velhos problemas”, falou Camargo. Os objetivos destes investimentos em startups são reduzir custos, aumentar vendas e melhorar processos.

Grandes exemplos como Airbnb e Uber deram certo porque “têm DNA de inovação. Normalmente estas empresas são criadas por jovens da geração Y, que querem criar novas formas de pensar”, disse Fabiana Mendes.

A especialista explicou o que deve ser feito para colocar em prática ideias inovadoras: “Precisamos de equipes engajadas. Esta é a primeira fase para uma experiência de laboratório dar certo. A partir disso, essas equipes precisam sair para ter ideias disruptivas e finalmente construir fisicamente essa estrutura de laboratório. Esse resultado precisa ser mensurado com feedbacks para aperfeiçoamento e então ser ampliado e colocado como modelo definitivo”, Mas isto não deve gerar acomodação. “Os laboratórios são uma forma de repensar os negócios continuamente”, disse.

Próximas edições Retail Trends GS&MD:

Porto Alegre

Data: 21 de fevereiro de 2018

Horário: 14h às 18 horas

Endereço: Teatro Unisinos – Av. Dr. Nilo Peçanha, 1640 – bairro Boa Vista – Porto Alegre

 

Salvador

Data: 28 de fevereiro de 2018

Horário: 9h às 12h30

Endereço: Casa do Comércio– Av. Tancredo Neves, 1109 – bairro Pituba – Salvador

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui