Mercado pet cresce na internet

0
1472

Para atender aos novos hábitos dos consumidores, a rede de pet shop Petz passou a oferecer novas modalidades de compra online. São elas: o clube de assinatura, recebimento no mesmo dia em determinadas regiões, retirada em loja e a utilização de totens nas unidades físicas. As opções têm estimulado as famílias a buscar produtos para seus animais de estimação pela internet ou smartphone.

Dados do Instituto Pet Brasil mostram que o e-commerce de produtos para pets já movimenta R$ 2 bilhões por ano. O segmento é o 11º em tíquete médio de vendas pela internet no Brasil, segundo o ranking da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABcomma). Na Petz, as vendas online têm triplicado desde 2015.

“A estratégia é focar cada vez mais na integração dos mundos físico e virtual para oferecer serviços que tragam praticidade à vida do cliente”, afirma o diretor de supply chain e e-commerce da Petz, Marcelo Maia.

Como nas lojas físicas, as rações são os itens mais procurados, representando 57% das vendas. Medicamentos e produtos de farmácia ficam em segundo lugar, com 26%, e acessórios como coleiras, roupas, casas e brinquedos respondem por 18%.

A rede oferece seis opções de compras online, que incluem a compra programada por meio do clube de assinatura, com 10% de desconto e entrega em todo o país; entrega no mesmo dia, dependendo da região e disponibilidade de estoque (o prazo padrão é de 3 dias úteis em São Paulo); compra pelo site e retirada em loja, com desconto de 5% (serviço válido apenas em 12 unidades da capital); frete grátis a partir de R$ 119 na capital e Grande São Paulo; totens em lojas menores, onde o cliente que não encontrar algum produto pode encomendá-lo para buscar no dia seguinte, com 5% de desconto, ou receber no mesmo dia em casa, sem custo de frete.

A rede tem um quiosque para clientes que desejam fazer assinatura, como um no Shopping Center Norte. O objetivo é atender clientes que não têm internet em casa ou não querem utilizar seu pacote de dados.

Mercado pet

O mercado pet é um dos segmentos do varejo que mesmo com a crise se manteve em alta. No Brasil, o setor faturou R$ 18,9 bilhões, com crescimento de 4,9%, em 2016. A rede Petz teve crescimento de 31%, com faturamento de R$ 500 milhões.  No ano passado, investiu R$ 80 milhões e cresceu 50%, chegando a R$ 700 milhões de faturamento, com um total de 64 lojas, criando 500 vagas de empregos diretos.

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui