Mobile é responsável por 20% das vendas online de moda no Brasil

487
goup of mobile devices with apps and interfaces
[tempo para leitura: < 1 minuto]

No Brasil, 20% das compras online do segmento de moda já são feitas via dispositivos móveis. É o que revela um estudo da Criteo (NASDAQ: CRTO), líder global de tecnologia especializada em publicidade digital e marketing de performance. De acordo com a pesquisa, a participação da categoria no ambiente mobile cresceu 39%, se comparada ao segundo semestre do ano passado.

Ao analisar o crescimento por tipo de device, fica evidente a importância dos “smartphonistas” – consumidores que compram pelo celular – para os varejistas do setor. Do segundo semestre de 2015 para cá, a participação de smartphones registrou um crescimento de 57%. Atualmente, os celulares correspondem a 16% do market share. Já os tablets representam 3,5% do mercado.

“Não é novidade que as marcas precisam estar presentes no ambiente mobile e criar estratégias específicas. Mas isso é especialmente verdade no caso de ‘moda’. O crescimento expressivo no último ano posiciona a categoria entre as mais representativas nos canais móveis, junto de ‘saúde e beleza’, que tem 25% de participação, e ‘casa’, com 24%. A audiência dos smartphones é valiosa para os varejistas do setor”, explica Fernando Tassinari, diretor geral da Criteo no Brasil.

Ainda segundo o estudo, o canal mobile lidera as vendas pela manhã bem cedo e no final da tarde. No restante do dia, o desktop domina. Mas os dispositivos móveis ganham força mesmo aos finais de semana. Enquanto a média de pedidos feitos por desktop gira em torno de 90 aos sábados e domingos, os tablets apresentam uma média de 143 e os smartphones, 134.

O levantamento da Criteo analisou 76 varejistas brasileiros e 1,8 milhão de transações em smartphones, tablets e desktops. Dessa forma, foi possível chegar a resultados detalhados sobre o comportamento do consumidor online de fashion.

Deixe uma resposta