Destaque na economia, setor varejista precisa de profissionais preparados

521
[tempo para leitura: 1 minuto]

Mesmo diante de um cenário de recessão econômica, o varejo representou 47,4% do PIB de R$ 5,9 trilhões em 2015. Dados do IBGE mostram que o consumo das famílias no ano passado foi de R$ 2,8 trilhões. O consumo das famílias é a principal referência do volume que o varejo como um todo movimenta no país. Se o varejo é um mercado em ascensão, invista nele!

Segundo o coordenador do MBA USP/Esalq em Varejo e Mercado de Consumo, o professor Marcos Luppe, o segmento de varejo cresceu nos últimos 15 anos e tornou-se um dos principais setores de destaque na economia.

Atualmente, o setor emprega 19,1% dos trabalhadores formais brasileiros, de acordo com o IBGE. Apesar da potencialidade do segmento, Luppe disse que poucas instituições de ensino estão preocupadas com a formação de gestores para o varejo. “Falta mão-de-obra qualificada no nível gerencial e o MBA USP/Esalq vem atender essa demanda com um curso, que dá uma visão ampla ao gestor, que atua no ambiente de varejo. E o grande diferencial é que o curso é online”, informa.

De acordo com Luppe, o aluno do MBA USP/Esalq terá acesso a um conteúdo abrangente, que mostra os impactos, por exemplo, do cenário econômico, da gestão de pessoas e do e-commerce na atividade do varejo. “O aluno vai deixar de focar só no negócio e vai entender que outros temas estão totalmente ligados ao varejo”, relata.

O MBA em Varejo e Mercado de Consumo, oferecido pelo Pecege (Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresa), da USP/Esalq (Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”), tem certificação da USP (Universidade de São Paulo). O curso a distância tem início em abril e está com inscrições abertas.

Deixe uma resposta