Empresas de RH já selecionam para 2017 e qualificação facilita nova vaga

337
[tempo para leitura: 2 minutos]

Consultorias e empresas de recursos humanos da região de São Carlos (SP) já começaram a recrutar profissionais que buscam uma chance de voltar ao mercado de trabalho em 2017. Especialistas dizem que há vagas para quem é qualificado.

Consultor de seis empresas em Rio Claro, Gustavo Cerri sempre visita as fábricas para avaliar qual tipo de profissional elas precisam. “Os empresários vêm buscando quem pode ajudar na questão financeira, na função de crédito em bancos, quem pode ajudar a vender mais. Então você percebe que são pessoas necessárias para esse movimento de crise, para readequação das empresas”, disse.

Segundo ele, quem é qualificado tem grandes chances de conseguir uma vaga. “Em momento de crise, a gente busca se readequar, se reinventar e com pessoas qualificadas para que a gente busque essa valorização de produto, de pessoas. Eu vejo um crescimento nesse ponto”, avaliou.

Busca por oportunidade
Em São Carlos, os anúncios de vagas abertas dão esperança para quem está à procura de um emprego. É o caso de Lucina Napole que está fora do mercado há seis meses e que busca uma oportunidade como vendedora, promotora de eventos, recepcionista ou secretária.

Uma empresa de RH da cidade recebe centenas de currículos por semana e arrumar uma vaga para os candidatos não é nada fácil. Entre janeiro e fevereiro deste ano, foram contratadas pouco mais de 300 pessoas. Nos dois primeiros meses do ano que vem, entretanto, devem ter 70 vagas a menos. Mas diante da crise econômica o número até que é bom.

Cerca de 50% das oportunidades são para cobrir férias de funcionários da área da limpeza e recepção; 30% são para a área de apoio, como auxiliar de limpeza e jardinagem; e 20% para estagiários e técnicos de nutrição, almoxarifado, ajudante de produção e manutenção.

O estudante de administração Caio Jenrique Crisci está na primeira fase da seleção para uma vaga de estágio em comércio exterior. “Tem bastante concorrência, por isso tem estar preparado”, disse.

“Férias o empregador tem que dar de qualquer maneira, então ele tem que repor essa vaga. E vagas que ele necessita e também o programa de estágio”, disse a consultora de RH Cristina Mana sobre as oportunidades para o próximo ano.

Deixe uma resposta