Eu compro tudo pela internet!

434
[tempo para leitura: 2 minutos]

Bom, não só eu…
Uma pesquisa realizada pelo e-bit mostrou que 23,1 milhões de consumidores fizeram pelo menos uma compra virtual no primeiro semestre de 2016, representando assim um aumento de 31% se comparado com 2015.

18,8% das transações foram realizadas por meio de dispositivos móveis!

Temos que concordar que atualmente o celular está se tornando o controle remoto da sua vida e do ambiente físico ao seu redor.

Mas é verdade que nem tudo que você compra pela internet precisa ser entregue na sua casa, certo?

Muitas vezes você quer algo na região onde está em certo momento, ou por onde vai passar. Seja perto do trabalho, em um passeio ou até mesmo no shopping.

Muito provavelmente, você já pediu um táxi por um aplicativo, uma reserva de um hotel, ou até mesmo comprou um ingresso e só mostrou o smartphone na entrada do cinema.

Isso é o O2O!

O2O significa “Online-to-Offline” e permite que empresas façam negócios levando o consumidor do mundo online para o offline e vice e versa.

Esse conceito foi criado pelo americano Alex Rampell em 2010 e uma pesquisa, conduzida pelo instituto iResearch na internet chinesa, revela que apenas no ano de 2015, o setor movimentou US$ 135 bilhões!

Pensando nos benefícios, o O2O tem como um de seus objetivos, equilibrar demanda e oferta e um exemplo disso é quando você precisa de um taxi e não existe um ponto perto de você. É bom para você e para o taxista! Estudos mostram que taxistas que aderiram a um app aumentaram sua ocupação em 30% e você, não fica na rua esperando que um taxi passe.

1 em cada 5 pessoas que utilizam taxi possuem um app desse serviço. Nos mercados mais maduros, 3 em cada 5 já possuem um app do serviço. Só com esse dado já conseguimos ver a oportunidade que o mercado O2O possui.

Agora, imaginem se evoluirmos esse conceito com essa mesma escala para segmentos do varejo?

Além de serviços, é interessante observar que através desse conceito, empresas que promovem essa conveniência aos consumidores tem a possibilidade de oferecer novos produtos, personalizar a experiência online e até mesmo aumentar o fluxo na loja física.
Lá, ela pode oferecer experiências diferenciadas ou promoções exclusivas, além de estreitar o relacionamento com o consumidor.

Esse é um modelo com muita escala e com grandes vantagens para o mercado brasileiro e quem perceber isso, com certeza estará à frente.

Deixe uma resposta