Foodservice – pesquisa aponta números do fechamento de 2016 do setor

521
[tempo para leitura: < 1 minuto]

O mercado de Foodservice (Alimentação Fora do Lar) cresceu 3% em 2016, alcançando faturamento de R$ 184 bilhões de reais. Apesar do crescimento, houve queda na quantidade de transações do setor de -4%, dessa forma o crescimento foi sustentado pelo aumento no ticket médio, que foi de 8% no mesmo período.

Os dados acima foram apurados pela GS&MD – Gouvêa de Souza através da pesquisa CREST maior e mais completa pesquisa do segmento de Foodservice no Brasil e no Mundo, implementada em 14 países. A pesquisa entrevista 72.000 por ano em todo o Brasil, permitindo assim uma visão detalhada do setor.

Mesmo com a queda no número de transações, a quantidade de pessoas que frequentam os restaurantes não sofreu alterações, mas o que caiu foi a quantidade de vezes – ou refeições –  que essas pessoas consomem durante o dia, quem consumia almoço e lanche da tarde fora do lar, passou a consumir apenas o almoço por exemplo.

Outra mudança importante foi a forte queda das refeições de entretenimento, ou melhor, refeições com 3 pessoas ou mais no grupo caíram -20% em 2016 vs 2015, já as refeições de grupos com crianças caíram -16% no mesmo período, mostrando uma clara racionalização do consumo por parte dos brasileiros.

Mesmo com o impacto do cenário econômico desafiador, as redes que ganharam participação de mercado foram aquelas que ao mesmo tempo conseguiram proteger os momentos de consumo em que são autoridades (e.g. Padarias nas refeições matinais e Restaurantes por Quilo no Almoço), mas que também conseguiram adequar sua oferta para atingir mais momentos de consumo dos clientes, atraindo não só mais clientes novos, mas também o mesmo cliente mais vezes durante o dia.

Para saber mais informações sobre a pesquisa CREST, por favor entre em contato com eduardo.yamashita@gsmd.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui