Startup devolve dinheiro ao consumidor no varejo físico

882
[tempo para leitura: 2 minutos]

A startup Beblue começou a operar em São Paulo oferecendo recompensa de cashback vinculada ao meio de pagamento no varejo físico. Por meio de um aplicativo gratuito (para iOS e Android), tanto o consumidor quanto o varejista se beneficiam da iniciativa.

O consumidor recebe parte de seu dinheiro de volta a cada compra realizada em um estabelecimento comercial credenciado à rede Beblue e, o comércio, consegue fidelizar seus clientes e aumentar seu faturamento com a adesão à plataforma.

Em São Paulo, o Beblue já tem parceria com Hamburguinho, Pizzaria Camelo, CTI Fitness, Au Vin Wine Shop, Visionari Sunglasses, Auto Posto Jardins, Cervejaria Nacional, entre muitos outros.

“Com a chegada à capital paulista, confirmamos a eficiência de nosso modelo de negócio, que é pioneiro no âmbito de devolução de dinheiro no varejo físico. Afinal, conseguimos empoderar o consumidor e, ao mesmo tempo, contribuímos para o crescimento do varejo físico de modo geral. Temos então um papel importante no desenvolvimento econômico de nosso País, o que nos motiva a investir, constantemente, no aprimoramento de nossa ferramenta”, explica Daniel Abbud, um dos sócios fundadores da startup.

Para o consumidor

Para o consumidor, basta fazer o download gratuito do aplicativo, se cadastrar e começar a usar. Quando consumir algo em alguma loja credenciada ao serviço, deve avisar quer pagar com máquina Beblue, que aceita as bandeiras Visa e Mastercard nas modalidades de débito ou crédito. O reembolso é imediato no aplicativo, com uma porcentagem do dinheiro gasto no local. Com o saldo acumulado, também é possível quitar as despesas nos locais credenciados.

Além disso, os estabelecimentos podem ofertar campanhas especais, os ‘HotDeals’, com uma porcentagem de cashback mais expressiva que as cotidianas, que chegam a devolver até 200% do valor da compra ao consumidor.

Para o varejista

Para o comércio, o Beblue entrega métricas e indicadores, que mostram a trajetória de compra, viabilizando os descontos em cashback e fidelizando consumidores para novas aquisições no mesmo local. “Nossa proposta de valor consiste em fornecer uma ferramenta de retenção e fidelização de clientes para esse perfil de comerciante, proporcionando uma gestão eficaz de sua base de usuários, crescimento de seu faturamento e aumento do fluxo de clientes. Assim, contribuímos para o desenvolvimento e a prosperidade dos negócios da base da pirâmide”, complementa Daniel Gava, também sócio fundador da startup.

A startup, com sede em Ribeirão Preto (SP), está presente também em Presidente Prudente (SP), Franca (SP), Belo Horizonte (MG), Uberlândia (MG) e pretende, até o fim do ano, expandir suas operações para mais de 40 praças, incluindo as maiores cidades do país.

 

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta