Carlos Wizard adquire 35% da WiseUp e retorna ao ensino de idiomas

1235
[tempo para leitura: 1 minuto]

Pouco mais de três anos após vender o Grupo Multi por cerca de R$ 2 bilhões, o empresário Carlos Wizard Martins investe R$ 200 milhões na aquisição de 35% da WiseUp, fundada em 1995 por Flávio Augusto da Silva.

A rede de idiomas foi vendida em 2013 para a Abril Educação e recomprada no final de 2015 por Flávio Augusto da Silva. A rede deve fechar o ano de 2017 com 320 unidades em todo o Brasil, 70 mil alunos e receita de R$ 400 milhões.

O negócio envolveu a Sforza Holding (family office de Carlos Wizard que controla, entre outras empresas, a rede de lojas de produtos naturais Mundo Verde, a rede de fastfood Taco Bell, a BR Sports (dona das marcas Topper e Rainha) e a Hub Prepaid, que atua em meios de pagamento pré-pagos) e a Santorini (empresa de investimentos de Charles Martins). Juntos, investiram R$ 200 milhões para adquirir 35% da WiseUp. Para Carlos Wizard, a união dá início a um novo momento no mercado de ensino de idiomas no Brasil. Ele e o filho terão assento no Conselho de Administração da empresa. Flávio Augusto continuará atuando como CEO.

“Estamos fazendo agora uma parceria que ensaiávamos desde 2008”, diz Flávio Augusto da Silva. “Ainda existe um grande potencial de crescimento e o mercado está estagnado há alguns anos, mas voltará a crescer em breve”, destaca Carlos Wizard.

Expansão

Além da expansão da rede de franquias e do investimento em inovação e tecnologia, a iniciativa visa a consolidação de mercado. “Estamos avaliando oportunidades no mercado e planejamos crescer também via aquisições”, adianta Charles Martins, que atuará estrategicamente em projetos de M&A na WiseUp, enquanto Carlos Wizard atuará estrategicamente nas áreas de expansão, pedagógica, de tecnologia, pesquisa e desenvolvimento.

Deixe uma resposta