Confiança dos varejistas e índice de expansão do comércio volta a subir em julho

378
Beautiful young pretty woman in shopping centre store choosing clothes looking at trendy striped red and white dress at summertime sale. Sale in shopping mall concept. Red sale signs on background
[tempo para leitura: 2 minutos]

Segundo levantamento da FecomercioSP, crescimento do PIB no primeiro trimestre, dados positivos no mercado de trabalho, além da queda nos juros e inflação sob controle motivaram alta no período

O Índice de Expansão do Comércio (IEC) voltou a crescer em julho, com alta de 2,2%, ao passar de 91 pontos em junho para 93 pontos no mês atual. Na comparação com o mesmo mês de 2016, houve expressiva elevação de 19,6%. A pesquisa é realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O cenário econômico atual se mostra mais favorável do que era há um ano, com números positivos no mercado de trabalho formal, retomada gradual da atividade industrial, declínio dos juros e da inflação,crescimento do PIB no primeiro trimestre, após oito trimestres consecutivos de queda, entre outros fatores que promovem um aumento na propensão dos empresários a investir.

O bom desempenho no mês foi motivado, principalmente, pelo crescimento da expectativa para contratação de funcionários, que passou dos 109,9 pontos em junho para 112,7 pontos em julho, alta de 2,6%. Na comparação com julho de 2016, quando o indicador marcou 95,5 pontos, o crescimento foi de 18%. A evolução do nível de investimento das empresas também foi preponderante para a alta do IEC em julho, passando dos 72,2 pontos em junho para 73,3 pontos no mês atual, crescimento de 1,6%. Já no contraponto anual, quando o nível de investimento estava em 60,1 pontos, a alta foi de 22,1%.

Para a Entidade, a aprovação das reformas trabalhista, previdenciária e tributária é determinante para aumentar ainda mais a propensão dos empresários a investir e a contratar. Essas reformas e ajustes (aprovados ou em vias de aprovação) geram um ambiente mais propício para o efetivo crescimento dos investimentos, ao menos no médio prazo. 

O Índice de Expansão do Comércio da região metropolitana de São Paulo é apurado mensalmente pela FecomercioSP desde junho de 2011, com dados de cerca de 600 empresários. O indicador vai de zero a 200 pontos, representando, respectivamente, desinteresse e interesse absolutos em expansão de seus negócios. A análise dos dados identifica a perspectiva dos empresários do comércio em relação a contratações, compra de máquinas ou equipamentos e abertura de novas lojas.

Deixe uma resposta