Segundo Ebit, e-commerce faturou R$ 3,2 bilhões da véspera da Black Friday à Cyber Monday

0
645

De 23 a 27 de novembro, o faturamento no e-commerce atingiu a marca de R$3,2 bilhões, alta de 8,7% ante o mesmo período de 2016, quando o montante foi de R$2,9 bilhões, segundo a Ebit.

A empresa informou que o número de pedidos aumentou 16,1%, de 5,2 milhões para 6,1 milhões, enquanto o tíquete médio retraiu 6,4%, de R$555 para R$ 520.

O período analisado compreende desde a véspera da Black Friday (23) até a Cyber Monday (27).

Considerando os resultados apenas da segunda-feira, houve uma alta de faturamento de 6%, de R$ 291 milhões para R$ 308,5 milhões, com alta de 22% no número de pedidos, de 591 mil para 721 mil e queda ainda maior no tíquete médio, de 13,2%, de R$492 para R$428.

“A Cyber Monday está ganhando força como data tradicional de descontos. O recuo no tíquete médio mostrou que os varejistas ampliaram suas ofertas e aumentaram os descontos do produto”, afirmou Pedro Guasti, CEO da Ebit, em nota à imprensa.

Entretanto, segundo a empresa, além da segunda-feira, outro destaque foi a quinta-feira (23), véspera da Black Friday (24), que também concentrou muito mais vendas na comparação com 2016.

Para o COO da empresa, André Dias, este fato deve-se à antecipação das ofertas e uma mudança no comportamento do consumidor, que começou a realizar suas compras no final da tarde de quinta-feira, o que resultou num pico de vendas das 18h às 23h59 na véspera da Black Friday (24), “horário no qual a Ebit registrou o maior crescimento em comparação ao ano anterior”, explicou.

Na sexta-feira (24), principal dia de ofertas, o e-commerce brasileiro faturou R$2,1 bilhões este ano, alta de 10,3%  ante aos R$1,9 bilhão registrados no mesmo período do ano passado*. O número de pedidos cresceu 14%, de 3,30 milhões para 3,76 milhões, enquanto o tíquete médio caiu 3,1%, de R$580 para R$562, na comparação entre os períodos.

Confira o resultado consolidado do período (23 a 27/11):

Quinta a segunda Pedidos Faturamento Tíquete Médio R$
2017 6,1 mi 3,2 bi 520
2016 5,2 mi 2,9 bi 555
variação % 16,1% 8,7% -6,4%

 

Confira o ranking das principais categorias da Black Friday por volume de faturamento e pedidos, respectivamente, no período:

Categoria Share – faturamento
1)      Eletrodomésticos 22%
2)      Telefonia / Celulares 22%
3)      Eletrônicos 16%
4)      Informática 9%
5)      Casa e Decoração 7%
Categoria Share – pedidos
1)      Eletrodomésticos 15%
2)      Moda e Acessórios 13%
3)      Telefonia / Celulares 11%
4)      Perfumaria e Cosméticos / Saúde 11%
5)      Casa e Decoração 10%

 

*Os dados apresentados pela Ebit referem-se ao montante faturado pelo e-commerce nos dias 23 e 24 de novembro, por conta da recente mudança de metodologia e aumento na antecipação de compras ocorrida este ano na véspera da Black Friday, como já ocorre em outros países como Estados Unidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui