Linx lança sistema voltado para integração de canais de venda

1476
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Linx, empresa de soluções em software de gestão (ERP e POS) para o varejo, lançou o Linx Omni OMS, sistema de gestão de pedidos que possibilita a integração entre canais online e offline. O produto permite que o varejista conecte todos os seus sistemas em um único hub e proporciona o gerenciamento inteligente de todos os pedidos realizados em diferentes plataformas, como e-commerce, lojas físicas e aplicativos. Isso evita a perda de vendas por falta de produtos, altos custos logísticos ou demora na entrega.

O sistema surgiu com o objetivo de acelerar a inserção do varejo no contexto Omnicanal, proporcionando uma visão profunda de todos os fluxos e processos do negócio ao varejista. Todos os sistemas de canais de venda estarão conectados ao estoque, independentemente de onde seja feito o pedido. Todas as ordens serão capturadas em um centro único de informação, chamado Order Management System. Graças a essa integração, as compras online podem ser retiradas e entregues por meio de lojas físicas, que passam a funcionar como centros de distribuição, incluindo o cálculo de alternativas de frete para o consumidor a partir do seu estoque. Dessa forma, o ponto de venda se torna mais eficiente e gera mais conveniência para o cliente final.

O Linx Omni OMS funciona por meio de algoritmos inteligentes, que ajudam o lojista a entender o melhor caminho para o consumidor e entregar o produto de maneira mais eficiente. Toda essa avaliação automática é baseada nas necessidades de cada empresa, como questões de frete, custo, otimização tributária, fiscal e prazo de entrega. O sistema também emite indicadores, ajudando os varejistas a mensurar a eficiência de suas lojas físicas ou online.

Apesar da facilidade em comprar produtos pela internet, 97% dos consumidores ainda optam pelo varejo físico, de acordo com levantamento da Nielsen. Entretanto, pesquisas da Deloitte e do Google apontam que 71% dos millennials buscam informações na web antes de visitar uma loja física. Este cenário representa uma grande oportunidade para que as empresas sejam os direcionadores da nova jornada de seus clientes, entendendo que a venda começa cada vez mais no canal digital, ainda que seja concluída na loja física.

Renata Malagoli, diretora de Omnicommerce na Linx destacou: “Os principais benefícios para os lojistas são prateleira ‘infinita’ de produtos, otimização de frete, facilidade fiscal e tributária, além da possibilidade de aumentar a fidelidade do consumidor final”.

Atualmente, as empresas que afirmam se enquadrar ao contexto Omnicanal fazem integrações entre canais sem ter a visão holística do negócio. Um exemplo prático é quando o estoque do centro de distribuição está integrado ao e-commerce e à loja física, mas não inclui franquias ou televendas. O varejista pode oferecer flexibilidade, até eliminar o frete, mas o cliente continua a enfrentar um longo prazo de entrega ou retirada.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta