Marcas mais valiosas do Brasil somam $65 bilhões de dólares

2207
[tempo para leitura: 3 minutos]

A soma do valor total das 60 marcas mais valiosas do ranking anual BrandZ Brasil chega a 65.067 bilhões de dólares. O levantamento foi realizado pela WPP e Kantar e registrou um aumento substancial de 22,5% na comparação com 2017.

Pelo sexto ano consecutivo, a Skol segue na liderança como a marca mais valiosa do Brasil e totaliza $8,2 bilhões de dólares. Em seguida vem o banco Bradesco que se manteve na segunda posição em relação ao ano anterior, mas aumentou o seu valor em 58%, com $7 bilhões de dólares. Em terceiro lugar está o Itaú, que subiu uma posição no ranking e hoje possui valor de $6,1 bilhões de dólares, aumento de 42% comparado a 2017.

 

Ranking Marca Valor 2018 Valor 2017 Crescimento
1 Skol 8.263 8.146 1%
2 Bradesco 7.018 4.438 58%
3 Itaú 6.198 4.359 42%
4 Brahma 4.478 4.385 2%
5 Globo 4.318 4.123 5%
6 Antarctica 2.977 2.854 4%
7 Bohemia 1.605 1.570 2%
8 Sadia 1.469 1.884 -22%
9 Ypê 1.399 1.132 24%
10 Natura 1.350 1.256 7%

 

Os segredos das marcas mais valiosas

Durante o processo de coleta dos dados para o estudo, foi observado que existem cinco princípios vitais que auxiliam no crescimento e sucesso de uma marca no Brasil, e que contribuem para aumentar seu valor. São eles: propósito bem definido, inovação, boa comunicação, experiência de marca e amabilidade (atributos emocionais):

  1. Possuem um propósito de marca muito claro, implementado em todos os pontos de contatos da marca – Natura e Sadia são exemplos disso;
  2. Cultura de Inovação, com a qual os consumidores avaliam as atitudes de marcas que buscam surpreender seus clientes com algo novo – é o caso da Globo, Natura, Itaú e Skol;
  3. Comunicação agrega muito valor às marcas. Itaú se destaca à frente de quase todos;
  4. Experiência com a marca nos seus pontos de contato também é um diferencial importante, no qual a Globo tem um bom destaque;
  5. Ser uma Love brand é um dos pontos mais importantes de uma marca valiosa, como Skol e Natura.

Eduardo Tomiya, CEO da Kantar Consulting para América Latina, afirmou: “Este estudo mostra que, por detrás de marcas valiosas, sempre estão os 5 pilares – Propósito, Inovação, Comunicação, Experiência de marca e Love Brand. A pesquisa valida um pouco a percepção que sempre tivemos sobre o processo de construção de marcas valiosas. Um exemplo seria a Skol, marca brasileira mais valiosa, que se conecta de forma consistente com os jovens e apresenta atributos que combinam alto valor de marca com fatores emocionais (love index)”.

As marcas que mais cresceram no Brasil

A Havaianas foi destaque este ano. A marca registrou o maior crescimento do Brasil, com +156%, e subiu 23 posições no ranking (número 31, $474 milhões de dólares). Em segundo lugar está Magazine Luiza, que ascendeu 14 posições, com +133% (número 27, $609 milhões de dólares). Em seguida, Banco do Brasil, que subiu 15 posições, com +127% (número 38, $425 milhões de dólares) e Arezzo, com 14 posições a mais, +101% (número 45, $327 milhões de dólares).

Eduardo Tomiya revela que há uma explicação para o desenvolvimento dessas marcas. “A Havaianas é orientada para o consumidor final e consegue estabelecer uma conexão, utilizando-se de elementos que reforçam a “brasilidade” para se diferenciar. Já o Magazine Luiza vem junto com o movimento forte do varejo omnichannel, apostando no e-commerce, com a vantagem de possuir loja física. A união do e-commerce com o varejo físico demonstrou resultados concretos”, complementa.

Os setores que mais cresceram no Brasil

Os bancos foram o segmento que obteve maior crescimento em relação a 2017 (+44%) e representam, hoje, quase 26% do total das marcas mais valiosas do Brasil, somando um valor de $16.683 bilhões de dólares, com destaque para Bradesco e Itaú.

Em segundo lugar está o setor de Serviços, que cresceu 41% e atualmente conta com um valor total de $13.582 bilhões de dólares. Nessa categoria, estão presentes empresas como Embratel, NET e Totvs. O segmento representa 21% do total das marcas mais valiosas do país.

Na mesma colocação do ano passado, terceiro lugar, está o setor de Varejo, com crescimento de 35% e um valor de $7.348 bilhões de dólares, justificado por marcas como Havaianas, Magazine Luiza e Arezzo.

O BrandZ Brazilian Top 60 é realizado pela Kantar Millward Brown e Kantar Consulting. É encomendado pela WPP, combinando dados financeiros da Bloomberg e da KMB com opiniões de consumidores, obtidas em 1.000 entrevistas com mais de 54.000 consumidores latino-americanos em 34 categorias.

Para serem incluídas no ranking, as marcas precisam ser originárias do Brasil ou terem uma proporção relevante no país. A percepção do consumidor é usada para determinar a contribuição da empresa, que mede a influência somente da marca no valor financeiro em uma escala de 1 a 5. É uma avaliação da associação de uma marca na mente dos consumidores para promover vendas, predispondo os consumidores a escolherem a marca ou pagarem mais por ela.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta