Centro de SP tem carência de restaurantes e fast-foods

1754
[tempo para leitura: 3 minutos]

Um levantamento encomendado pelo novo open mall Pátio Metrô São Bento ao Grupo de Estudos Urbanos (GEU) constatou que existe uma demanda por estabelecimentos do ramo de alimentação na área central da capital paulista. O estudo foi realizado nos principais corredores, polos e galerias da região que abrange um raio de até 10 minutos a pé da estação São Bento do Metrô e apurou que somente 14,3% da oferta varejista é destinada à alimentação. A predominância nas imediações é da categoria de vestuário, com 35% dos estabelecimentos.

Quem trabalha na região pode ter dificuldade para encontrar opções para almoçar. Um exemplo são os profissionais de órgãos públicos, comércios e empresas como a Bovespa, BM&F e Associação Comercial.

Sendo assim, esta é uma região com um potencial enorme de consumo. Além de ser rota de passagem de usuários do metrô, está localizada no epicentro comercial do Centro de São Paulo, nas proximidades de endereços como a Rua 25 de Março, Rua Santa Ifigênia, a Ladeira Porto Geral e a Rua Barão de Duprat. No entanto, quase não tem estabelecimentos para quem quer sentar e tomar um café ou fazer uma refeição depois das compras.

Diante deste cenário e baseado nos resultados da pesquisa do GEU, o Pátio Metrô São Bento, open mall localizado na estação São Bento do Metrô, reservou boa parte das 60 lojas do empreendimento para compor sua praça de alimentação.

“A proposta é simplificar a vida do consumidor reunindo em um só lugar um mix variado de opções de alimentação, que contemple tanto quem busca uma refeição rápida, de fast-food, quanto aquela pessoa com mais tempo para comer com calma e relaxar”, esclarece Odivaldo Silva, responsável pelo planejamento e desenvolvimento do novo shopping.

Por se tratar de uma região de caráter primordialmente comercial, é alta a demanda por locais que ofereçam alimentação rápida. Assim, o Pátio Metrô São Bento inclui opções deste tipo em suas operações. O local já tem confirmadas as operações de franquias como: Benjamin A Padaria, Cacau Show, Fast Açaí, Jin-Jin, McDonald’s, Monster Dog, Montana, Nutty Bavarian, Ragazzo e Subway.

Fernanda Delfino Bonifácio, proprietária de duas lojas da Subway em outras regiões da Grande São Paulo, irá montar no empreendimento a sua terceira loja da rede. A loja da Subway do Pátio Metrô São Bento será uma das primeiras a operar na cidade com o novo design da marca, o Fresh Forward. “A loja está mais clean, mais atraente e com um estilo bem futurista, o cardápio impresso virou menu digital”, destaca Fernanda Bonifácio.

Com diversas unidades espalhadas pelo centro, o McDonald’s também terá uma loja no shopping. Com um espaço de aproximadamente 300 m², localizado na Ladeira Porto Geral, o restaurante tem projeto alinhado ao novo padrão da marca já presente em países como Estados Unidos, França, Hong Kong, Índia e Argentina, oferecendo aos consumidores uma nova experiência, com mais tecnologia e interatividade.

Clávio Iwabuchi ele é o proprietário da loja Jin-Jin e também irá administrar as operações da loja Montana, cujos proprietário são Elton e Érico Martinelli. “Fizemos uma pesquisa e pela nossa vivência, apesar de transparecer uma coisa nova, já tem um bom histórico, com o suporte de um consórcio de shopping e o Metrô. Além disso, todo o entorno favorece”, diz.

Iwabuchi trará mudanças na parte operacional das lojas para a nova unidade. “Modificamos o layout operacional do que é tradicional para a franquia e queremos nos fortalecer também no delivery. Outro plus será trabalhar um pouco mais forte a questão do happy hour. Imaginamos que outros lojistas também irão seguir nesse sentido e a ideia é criar uma corrente para que o happy hour aconteça no Pátio Metrô São Bento”, destaca Clávio.

Para Jorge Mariano, Gerente Nacional de Expansão da Halipar, empresa responsável pelas franquias Jin-Jin e Montana, o open mall favoreceu a atuação da rede no centro de São Paulo. “Não operamos lojas de rua, mas sempre acreditamos no centro como uma oportunidade para abrir lojas e, quando surgiu o Pátio Metrô São Bento, um equipamento com toda a infraestrutura, tornou viável a operação na região e conseguimos encaixar duas marcas da rede com o mesmo grupo de franqueados”, comenta Mariano.

Jorge aposta no potencial do empreendimento e faz projeções de investimentos futuros. “Hoje a Halipar controla quatro marcas e, dependendo da performance dessas duas unidades, Jin-Jin e Monatana, a ideia é que num futuro bem próximo possamos instalar as outras marcas no empreendimento”, ressalta o gerente de expansão.

A área de alimentação está distribuída no espaço ao redor do grande vão central do open mall, que possui um pergolado metálico projetado pelo arquiteto Jayme Lago, com um desenho que remete a estrutura de uma colmeia. Haverá também uma outra área gourmet, com vista para o Viaduto Santa Ifigênia. A inauguração está prevista para o segundo semestre.

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui