Negócios de saúde e bem-estar crescem no país

3072
[tempo para leitura: 2 minutos]

O mercado de produtos e serviços de saúde e bem-estar vem crescendo no país, mesmo com a crise econômica. Pesquisa divulgada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) mostrou que o segmento cresceu 17% em 2017, na comparação com o ano anterior. O estudo também conclui que a ascensão se deve à alta procura por produtos e serviços nessa área.

Seja pelo aumento da busca por qualidade de vida ou pelo envelhecimento da população, o comportamento dos consumidores está mudando e as atividades ligadas aos segmentos de saúde e bem-estar estão gerando oportunidades de negócios. O Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) indica que o setor desponta com grande destaque, representando, em média, 7% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, com uma movimentação de R$ 300 bilhões por ano.

Empresas de produtos e serviços voltadas ao bem-estar também estão crescendo. A tradicional rede de produtos de saúde Casa do Médico teve R$ 7 milhões de faturamento no último ano.

A companhia foi criada em 1979, por Nelson Zequini, no Rio de Janeiro, como uma empresa familiar. Hoje, a empresa é comandada pelos irmãos Marcelle e Diogo Zequini, ao lado do pai e fundador. Segue um modelo de franchising de produtos hospitalares, com seis unidades no Rio de Janeiro, sendo quatro lojas próprias e duas franquias nas principais zonas urbanas.

Diogo Zequini liderou o projeto de expansão da marca em 2012. Hoje, aos 24 anos, ele é diretor executivo do Grupo e responsável pela implementação das franquias. Com um mix de produtos que vão de meias para compressão a materiais para montagem de centros cirúrgicos, a rede de saúde atende a consultórios, clínicas, hospitais, médicos e também ao consumidor final. Atua com o aluguel e a venda de produtos.

“Somos uma rede tradicional de produtos voltados para a medicina, mas nosso maior propósito é oferecer para o consumidor uma melhor qualidade de vida, bem-estar, proteção e comodidade”, afirmou Diogo. Para este ano, está previsto o lançamento de uma nova plataforma omnichannel, a fim de integrar clientes, franqueados, gestores e fornecedores da rede.

“Ao mesmo tempo em que queremos levar produtos de qualidade aos consumidores, queremos proporcionar um mercado ativo aos nossos franqueados”, disse Marcelle Zequini, diretora da Casa do Médico.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta