Aliansce desenvolve ações de sustentabilidade em seus shoppings

1532
[tempo para leitura: 2 minutos]

A Aliansce Shopping Centers tem investido em iniciativas voltadas para a sustentabilidade em seus shoppings centers. A companhia mapeia indicadores ambientais de 26 de seus 32 empreendimentos, entre participações e administrações de terceiros. Alguns exemplos são o investimento em novas tecnologias e ações para mitigar o impacto de suas operações no meio ambiente.

Em 2017, mais de 3 mil toneladas de papel e papelão foram enviadas para reciclagem. Com isso, mais de 63 mil árvores foram poupadas. Os 26 shoppings analisados enviaram para reciclagem 16,95% de seus resíduos sólidos, incluindo a separação do alumínio, plástico, entre outros.

A companhia, que mede e divulga indicadores ambientais desde 2011, tem focado na melhoria da gestão e em processos para reduzir o consumo de recursos naturais, além dos investimentos em eficiência energética de seus empreendimentos. O consumo de energia, que em grandes centros comerciais representa um dos principais gastos mensais, vem sendo feito de forma mais eficiente a cada ano.

Em 2017, o consumo de Kw por m2 de ABL (área bruta locável) nos 26 centros de compra avaliados foi de 277,11, uma economia de 20%, na comparação com os 344,85 Kw/m2 apurados em 2015. “Além do benefício ambiental, um projeto que valorize a sustentabilidade do empreendimento – desde a arquitetura até a operação diária – significa não só a redução de consumo de recursos naturais, mas também diminuição das despesas financeiras”, disse Paula Fonseca, Diretora Jurídica e responsável pela Política de Sustentabilidade da Aliansce.

A gestão sustentável da água é outro ponto das ações da companhia, que investiu em soluções estruturais e vem promovendo campanhas permanentes de conscientização para os clientes e colaboradores de seus shoppings.  O volume de água consumido em 2017 foi menor, sem comparado a 2016, com 111 milhões de litros a menos, volume suficiente para encher 59 piscinas olímpicas.

A transformação de lixo orgânico em adubo de alta qualidade é outra iniciativa do setor que vem sendo aplicada nos shoppings da rede. Três empreendimentos – Caxias Shopping (RJ), Via Parque Shopping (RJ) e Santana Parque Shopping (SP) – enviaram para compostagem 98.050 quilos de restos de alimentos, folhas e podas de árvores.

Os 26 shoppings da rede participantes do mapeamento evitaram que 3,9 mil toneladas de lixo fossem enviadas para aterros sanitários, prevenindo que mais de 3 mil toneladas de CO2 fossem liberadas na atmosfera.

Para estimular e acompanhar as práticas corporativas internas em favor da sustentabilidade a companhia criou um Ranking Sustentável. Desde 2015, a Aliansce mede a adequação em que se encontram cada um dos seus shoppings em relação ao seu desempenho socioambiental. Os dados são obtidos a partir de um Questionário Anual, preenchido pelos shoppings para a composição do Relatório Socioambiental da companhia e as medidas de avaliação são fundamentadas pelo ISO 14001, Global Reporting Initiative (GRI) e Pacto Global das Nações Unidas, métricas internacionais para este tipo de análise.

Para Paula Fonseca afirmou: “Enxergamos as ações ligadas à sustentabilidade como vantagem competitiva e geradora de valor para todos os nossos públicos”.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta