Pequenos negócios lideram geração de emprego pelo quarto mês consecutivo

1066
[tempo para leitura: < 1 minuto]

O mês de abril foi positivo para os pequenos negócios, responsáveis por 72% da vagas de empregos criadas no país. Esta foi a quarta vez consecutiva que isto acontece este ano. Foram 83,5 mil empregos gerados pelos pequenos negócios contra 31,4 mil empregos nas médias e grandes empresas e 980 empregos criados nas empresas da administração pública, o que totalizou 115,9 mil novos postos de trabalho no país, apenas em abril de 2018.

O saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios em abril deste ano, de 83,5 mil empregos, superou em 52% o saldo registrado por eles no mesmo período do ano passado. “As micro e pequenas empresas são as grandes responsáveis pela geração de emprego e renda neste país. Esses empresários batalhadores fazem a economia girar, mesmo em momento de crise”, falou o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

No primeiro quadrimestre de 2018, os pequenos negócios acumularam um saldo de 293 mil novos empregos, quase dez vezes maior que o saldo de empregos gerado pelas médias e grandes empresas e 88,4% acima do saldo registrado por eles no mesmo período do ano passado.

O setor de serviços foi o que mais gerou empregos em abril deste ano, com 48,9 mil vagas, sendo puxado pelas empresas que atuam no ramo imobiliário e no segmento de Transportes e Comunicações. Os pequenos negócios da Construção Civil também se destacaram com a criação de 14,4 mil vagas.

O estado de São Paulo liderou a geração de empregos em abril, tendo sido responsável por 28,7 mil novas vagas. Minas ficou em segundo lugar com 13,7 mil empregos. Com isso, os pequenos negócios da região Sudeste lideraram a geração de empregos no país, criando cinco vezes mais empregos que os da região Sul, segunda a gerar mais empregos no país.

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui