Doces Dadinho lança loja virtual para atender consumidor final

1211
[tempo para leitura: 2 minutos]

O Dadinho, doce de amendoim em formato de cubo, foi lançado em 1954 para homenagear os 400 anos da fundação de São Paulo, sendo, por isso, batizado Quarto Centenário. Aos 64 anos, a marca tem buscado se reinventar, razão pela qual lançou um e-commerce, no qual não apenas o cubo é vendido, mas também outros doces que tem a marca, como biscoitos e bombons.

“O carinho do consumidor é algo muito difícil de conseguir, mas nós temos. Mesmo assim, não queremos ficar presos nas lembranças da infância. Traremos uma linguagem mais próxima e mais acesso por meio da tecnologia e, com isso, apresentaremos o Dadinho para novas gerações”, afirmou Anderson Siqueira, gerente de marketing do Dadinho.

A loja digital está em funcionamento há três meses, mas surpreendeu pelo alto valor das compras. 200 pedidos foram realizados com ticket médio com valor de 100 reais, muito acima dos valor comuns às compras da marca. Por enquanto, a operação tem sido modesta, mas, a expectativa é que com os anos, as novas tecnologias passem a representar uma parte significativa das vendas.

“O consumidor tem um grande acesso à internet e às redes hoje em dia. Ao mesmo tempo, há muita comodidade e simplicidade em pedir e receber produtos em casa. Acho que a atuação digital será um braço interessante para nós,” disse Siqueira.

O doce Dadinho mudou de mãos e hoje pertence à Doce Sabor, sendo fabricado pela Bono Gusto em Ribeirão Preto (São Paulo).

A companhia produz 200 toneladas dos cubos por mês, mas a Doce Sabor viu que o doce estava perdendo espaço no mercado. Por esta razão, realizou uma pesquisa que mostrou que os adultos sentem nostalgia pelo produto, mas pensam que tem sabor infantil. Para mudar este quadro, a empresa está fazendo um reposicionamento de marca, desde 2016. Novos produtos, como bombons, dadinho cremoso e wafers foram lançados, além da presença constante nas redes sociais.

A companhia ganhou 263 mil seguidores no Facebook e no Instagram. Muitas pessoas passaram a perguntar onde podem encontrar os novos produtos da marca. O foco da companhia eram os atacados, os novos doces ainda não eram fortemente comercializados no varejo. Para atender a esta demanda dos consumidores, foi criado o e-commerce, sobretudo, para comercializar o produto em cidades onde ele não chegava.

“Nossa primeira meta é que seja um canal de fácil acesso para nosso consumidor achar nosso produto. A segunda meta é fortalecer a marca e nossas novas linhas”, afirmou o gerente de marketing.

Agora, na loja virtual, podem ser encontrados o tradicional cubo, mas também os novos produtos. Além disso, estão à venda também alguns itens exclusivos para o online, como almofadas, aventais, camisetas, canecas, ioiôs, luvas de cozinha e peões.

Os pedidos feitos até agora pelo canal virtual se dividem entre os doces e os brindes.

Para o futuro, a Doce Sabor pensa em lançar mais uma linha de brinquedos e presentes com a marca Dadinho. Como é uma iniciativa nova para a empresa, metas de vendas serão definidas apenas no final deste mês, quando o e-commerce compilará seu resultado trimestral. Para o doce de 64 anos de idade, há apenas uma certeza: ficar parado não é uma opção.

*Informações retiradas do Portal Exame

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui