Walmart investe no e-commerce para ser omnicanal

1049
[tempo para leitura: < 1 minuto]

A rede Walmart, que teve a operação brasileira vendida para o fundo de investimentos Advent, está investindo no fortalecimento do e-commerce. A multinacional teve mais de 500 bilhões de dólares de faturamento no ano passado e agora deseja ser uma varejista omnicanal, com vendas no online e nas lojas físicas.

O digital foi responsável por apenas 11,5 bilhões de dólares de suas vendas nos Estados Unidos. Mas, no país, cerca de 90% dos americanos vivem a até 20 quilômetros de uma loja do Walmart. Essa proximidade física pode ser usada para crescer as vendas online, já que essas unidades podem ser usadas para agilizar a entrega das mercadorias.

No entanto, o e-commerce já cresceu 44% em 2017 e a empresa espera que ele cresça 40% este ano. No ano passado, o lucro operacional caiu 10%. O Walmart está tentando copiar a técnica da Amazon de trocar o lucro por aumento nas vendas. No primeiro trimestre deste ano, o faturamento cresceu 4,4%, chegando a 122,7 bilhões de dólares e o lucro operacional caiu 1,6%.

Internacionalmente, a gigante tem feito investimentos. Ela anunciou a compra do e-commerce Flipkart, na Índia, por 16 bilhões de dólares e o aporte de mais 2 bilhões em fundos da empresa indiana.

A fim de competir com a Amazon, a supermercadista firmou uma parceria de 5 anos com o serviço de nuvem Azure da Microsoft.

Mas, mesmo com tudo isso, o e-commerce cresceu 33% menos que a meta estabelecida.

*Informações retiradas do portal Exame

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta