Granado investe em automação para expandir a marca

0
451

A Granado Pharmácias firmou parceria com a Schneider Electric, empresa global de transformação digital em gestão da energia elétrica e automação, para iniciar a implementação do conceito de Manufatura Avançada em seu complexo fabril, com mais de 30 mil m2, localizado na cidade de Japeri (RJ). O investimento foi realizado para que a empresa de cosméticos pudesse focar em sua expansão.

As necessidades do grupo estavam relacionadas à garantia da repetição dos processos e à rastreabilidade das informações de produção, para manter a qualidade e o padrão do produto final, além de auxiliar na investigação e otimização dos procedimentos. A empresa estava em busca de um sistema que pudesse instruir os operadores no processo de batelada (atividade industrial que garante a continuidade/repetibilidade da produção) e rastrear possíveis falhas para diminuir o tempo de parada, entre outros pontos.

“Começamos a sugerir sistemas de automação para áreas da produção, como soluções de controladores de processo e, posteriormente, a implementação de um programa que pudesse adequar e flexibilizar a produção, de modo a garantir a qualidade, criar relatórios gerenciais, rastreabilidade para órgãos regulatórios e elevar o patamar da empresa a níveis internacionais, com novos negócios e mercados”, contou Thiago Arruda, arquiteto de soluções para Food & Beverage da Schneider Electric. Assim, foram implementados um sistema de automação para engenharia e operação da planta, para construção e controle de processos produtivos em lotes e para construção e visualização dos relatórios de produção, com dados históricos.

A plataforma tem o objetivo de viabilizar a economia digital, além de fornecer eficiência operacional. Sua tecnologia pode ser aplicada desde o chão de fábrica até a alta gestão, com foco na manutenção, gerenciamento, otimização e digitalização de toda a cadeia de valor, para que a operação reaja dinamicamente a possíveis mudanças, com condições de alcançar melhores resultados de negócios.

A implementação foi finalizada em outubro de 2017. Atualmente, o complexo de Japeri trabalha com um sistema integrado e, por conta da padronização, tem maior agilidade para incluir novos equipamentos, em caso de futuras expansões, e para detectar possíveis falhas.

“Aumentamos nossa eficiência, melhoramos a qualidade dos nossos produtos, pois passamos a ter garantia de que todas as fases do processo foram concluídas conforme os parâmetros estabelecidos e reduzimos a emissão de resíduos, criando receitas de limpeza (CIP – Clean in Place). Ainda adquirimos a possibilidade de rastrear qualquer etapa do processo, em caso de possíveis falhas, como, por exemplo, falta de energia – tudo isso sem perder a tradição da marca”, contou Tatiane Stoeterau, gerente de Produção Industrial da Granado.

Por três gerações a Granado pertenceu à família que lhe deu o nome, mas, em 1994, a empresa foi comprada pelo investidor inglês Christopher Freeman, e, em 2004, a Phebo foi incorporada ao grupo. No exterior desde 2013, a botica está no mercado europeu no Le Bon Marché e com uma Loja Conceito, em Paris. A companhia possui uma loja virtual que atende mais de 30 países da Europa. A Granado se associou, em 2016, ao grupo espanhol Puig, ao qual pertencem marcas como Carolina Herrera, Paco Rabanne, Nina Ricci e Jean Paul Gaultier. Em 2017, passou a fazer parte da Casa Pau-Brasil, em Lisboa.

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui