Klabin investe em e-commerce para fortalecer interação com o consumidor final

0
786

A produtora de embalagens Klabin expandiu a atuação no segmento de e-commerce, marcando sua entrada no mercado B2C (business-to-consumer) e elevando seu relacionamento com o consumidor final. Esse movimento valoriza sua origem e linhas de negócio e ajuda a atingir o objetivo de entregar além do produto, uma experiência e a personalização, que se baseia na tendência de escolhas mais sustentáveis pelos cidadãos.

A companhia vem investindo no e-commerce. Um exemplo disso é a parceria que vem firmando com empresas brasileiras de setores como bens de consumo e alimentício, entre outros, parta que utilizem as embalagens de papel da empresa. Essas companhias também vendem pela internet. De acordo com relatório da Webshoppers deste ano, o e-commerce brasileiro continuará apresentando um crescimento nominal acelerado, de 12%, com faturamento estimado em R$ 53,5 bilhões em 2018. Mais de 60 milhões de consumidores farão compras online neste ano.

A Klabin também fechou parceria com o Mercado Livre na Black Friday do ano passado, se tornando a fornecedora exclusiva de embalagens de papel do marketplace. As caixas de papelão ondulado personalizadas para a plataforma podem ser adquiridas por qualquer usuário do Mercado Livre, através do “Mercado Envios”, loja destinada à venda de embalagens oficiais da página. Nos últimos meses, o fornecimento alcançou a média de 300 mil embalagens por mês, considerando os quatro modelos disponíveis. A perspectiva é que no próximo ano o negócio atinja a marca de 1 milhão de caixas por mês.

O objetivo da parceria com o Mercado Livre é ativar diretamente a presença da Klabin no mercado B2C, fortalecendo a estratégia de desenvolvimento sustentável da companhia. O negócio é uma oportunidade eficaz para a companhia consolidar seu diálogo com os usuários finais, pautado nas tendências globais de consumo consciente, uma vez que suas embalagens são biodegradáveis e produzidas a partir de recursos naturais renováveis, com matéria-prima proveniente de florestas plantadas e certificadas.

A empresa planeja incluir ao seu portfólio caixas com diferentes sistemas de abertura e fechamento, múltiplas alturas, ajustáveis às dimensões ou quantidade dos produtos, entre outras soluções a fim de atender às necessidades da cadeia logística e de armazenamento.

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui