Preço mais baixo é o que atrai os brasileiros para compras em sites internacionais

1019
[tempo para leitura: 2 minutos]

De acordo com dados do Ebit, em 2017, mais de 22 milhões de brasileiros fizeram compras em sites estrangeiros. Já um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), mostra que 29% dos consumidores digitais fizeram compras em sites internacionais nos últimos 12 meses. Desse total, 67% escolheram comprar em lojas online fora do Brasil devido aos melhores preços, enquanto 46% dos entrevistados optaram pelos e-commerces internacionais para encontrar produtos que não conseguem adquirir facilmente no Brasil.

Ainda segundo a pesquisa, para 62% dos entrevistados a principal desvantagem ao apostar em sites de outros países é o prazo de entrega, que pode chegar a três meses ou mais. Hoje já existem alternativas para comprar produtos com preços mais acessíveis e driblar a longa espera pela chegada do produto. O Grabr é um aplicativo de compartilhamento de bagagens que permite comprar em outros países mesmo sem viajar para fora e possibilita driblar os altos valores de frete, impostos e taxas.

De acordo com Michele Chahin, gerente de marketing da Grabr, o app tem como objetivo democratizar o acesso a produtos do exterior com segurança, agilidade e facilidade. “A tecnologia da plataforma permite que as pessoas tenham acesso aos seus itens favoritos de qualquer parte do mundo por meio de um viajante, que entrega o produto em até 20 dias”.

Ao usar o app, o consumidor gasta menos ao adquirir produtos de outros países, como EUA e China. A economia costuma ser de 30% a 40% e pode chegar a 70/80% em épocas de campanhas promocionais, como a Black Friday ou em categorias específicas como brinquedos, por exemplo.

Para gerar um pedido na plataforma é necessário inserir alguns dados do produto, entre eles a descrição do item e link da loja onde ele pode ser comprado, como Amazon, EBay e outros. Com isso, os viajantes podem trazer o produto cobrando uma taxa de recompensa. O valor da comissão só é liberado para o viajante após a entrega ser efetuada, o que ocorre, em média, em 20 dias, garantindo a segurança do acordo.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta