U$31bi! Alibaba Single’s Day. Será que essa data pega por aqui?

0
1337

Mesmo após 10 anos do início do Single’s Day, o Alibaba continua a bater recorde de faturamento. Dessa vez, em 24 horas foram vendidos 31 bilhões de dólares. Entre os principais itens vendidos estão os produtos da Apple, aspiradores da Dyson e smartphones da Xiaomi, ainda não tão conhecida no mercado brasileiro, mas a terceira maior fabricante de smartphones do mundo.

Apesar do foco ser as operações de e-commerce, o Alibaba também aproveita a data para estreitar a relação do mundo online com a loja física, apresentando produtos e ferramentas tecnológicas e testando serviços, como a parceria que tem com os carros da Volvo.

A data já se tornou conhecida em mais países. Entre os três maiores compradores na Alibaba Single’s Day estão os asiáticos Japão e Coréia do Sul, além dos Estados Unidos, onde a data já está começando a ganhar mais adeptos.

Neste ano de 2018, o mercado brasileiro ainda não aproveitou a data, mas, certamente, em 2019, já veremos os primeiros movimentos do 11/11 impactando o varejo brasileiro. Assim foi com a “Black Friday”, que já foi expandida para mais dias, tornando-se ” black week” ou “black month”.

Como curiosidade, dizem que a data do Single’s Day nasceu em uma universidade e foi definida como 11/11 porque o numero 1 lembra uma pessoa sozinha. O Alibaba viu a oportunidade de tornar esse dia uma data comercial, assim como temos o Dia dos Namorados. Na China, apesar do terceiro trimestre estar mais devagar, devido ao pessimismo em relação à economia e ao mercado online também ter apresentado queda em relação ao ano passado, tudo indica que as pessoas estavam segurando seus gastos para poder comprar nesta data, que, na China, apresenta faturamento maior do que a Black Friday. Claramente, não são apenas as pessoas solteiras que estão comprando algo para elas mesmas. Inclusive, 46% dos consumidores da Single’s Day são pessoas nascidas após 1990.

Existem algumas controvérsias e teorias que surgem sobre a data como alguns gráficos que comparam o crescimento da China x crescimento do lucro x crescimento do faturamento, tentando dizer que os números apresentados não são tão interessantes, quando comparados com a linha de crescimento do faturamento e da economia chinesa.

No Brasil, podemos ainda não estar tão familiarizados com o “Single’s Day”, mas para o comércio ter mais uma data que as pessoas estejam inspiradas a comprar torna-se uma oportunidade interessante para estimular o mercado.

*Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui