Pão de Açúcar adquire startup de entregas James Delivery

1518
[tempo para leitura: 2 minutos]

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) comprou a startup curitibana James Delivery, que oferece uma plataforma multisserviços de encomenda e entrega de produtos diversos, que vão desde itens vendidos em supermercados, até restaurantes e drogarias. Fundada em maio de 2016, a startup iniciou sua atuação pela cidade de Curitiba (PR).

A transação está alinhada com a estratégia omnicanal do GPA em uma visão de longo prazo. A aquisição proporciona ao grupo a entrada em um novo nicho de negócio, o dos SuperApps – plataformas que permitem aos usuários receber em uma hora produtos diversos de parceiros selecionados em “verticais de consumo”, como supermercados, conveniência, drogarias, restaurantes e outros. Esta nova oferta complementa as modalidades de entrega que o grupo já disponibiliza aos seus clientes: compra em loja física, entregas next day, same day e express (em até 4 horas) e Clique & Retira (compra pela internet e retirada em loja física).

“É uma oportunidade singular de acelerarmos significativamente nossa estratégia omnicanal, oferecendo aos nossos clientes soluções cada vez mais personalizadas e mais diversas para realizar suas compras”, disse Peter Estermann, CEO do GPA. Para ele, a aquisição coloca o grupo em um patamar diferenciado com relação à ampliação da entrega de serviços aos clientes, ligado a um ambiente de inovação, e de maneira disruptiva. “Eles têm tecnologia diferenciada, um time altamente capacitado, um conhecimento operacional do negócio muito bom e uma visão estratégica clara totalmente alinhada com nossas diretrizes”, reforçou.

Os produtos das bandeiras Pão de Açúcar e Extra em Curitiba estão disponíveis na plataforma do James Delivery, com integração entre canais. A médio prazo, o grupo utilizará a startup como sua única plataforma multisserviços, cujas verticais serão atendidas pelas próprias bandeiras da companhia ou por parceiros selecionados nas verticais em que o grupo não opera, proporcionando geração de receita para o GPA e para os parceiros.

“Estamos muito satisfeitos com essa parceria”, afirmou Lucas Ceschin, co-fundador do James Delivery. “Com o apoio do GPA, vamos conseguir acelerar nosso crescimento na vertical do varejo, oferecendo uma experiência totalmente integrada com as lojas físicas do grupo. Este será um forte diferencial para trazer mais valor aos nossos clientes em todas as verticais do James”, disse Ceschin.

Em um primeiro momento, a gestão da startup seguirá independente. Os quatro fundadores da empresa (Lucas Ceschin, Eduardo Petrelli, Ivo Roveda e Juliano Hauer) terão status de diretores executivos no GPA. Além disso, o James continuará prestando serviços em parcerias com outras empresas como restaurantes e farmácias, mas no setor de supermercados o GPA passa a ser atendido com exclusividade. A meta do grupo é expandir o serviço para todas as regiões onde tem operação relevante até o fim de 2019.

O James Delivery foi fundado em maio de 2016 e atende qualquer tipo de encomenda que os usuários realizarem. ” Compramos qualquer coisa, de qualquer lugar e entregamos em minutos. Os brasileiros estão acostumados com o tradicional delivery de restaurantes em que o motoboy sempre faz a entrega da mesma coisa. O James consegue entregar qualquer produto que possamos comprar na cidade e entregar de bike, carro ou moto”, explicou Juliano Hauer.

No primeiro semestre de 2018, a empresa lançou o “James Voice”, que oferece delivery por comando de voz. Além de ser uma solução para os usuários, a modalidade difunde a acessibilidade, beneficiando pessoas com dificuldades motoras e visuais.

Deixe uma resposta