Costco atrai clientes de áreas sem lojas por meio do e-commerce

937
[tempo para leitura: 1 minuto]

A varejista norte-americana Costco registrou um crescimento de 10,3% nas vendas líquidas do primeiro trimestre de 2018, passando de US$ 31,12 bilhões em 2017, para US$ 34,31 bilhões este ano. O balanço do e-commerce apresentou forte crescimento de 32,3% ou 26,2% no valor ajustado.

O desempenho das vendas online se deve ao fortalecimento da estratégia online da Costco, afim de atrair mais clientes de áreas que não estão perto das lojas da rede

As vendas totais da companhia, excluindo o e-commerce, cresceram 8,8% ou 7,5% no valor ajustado. As compras em lojas nos Estados Unidos subiram 11% e as canadenses 2,4%. O lucro líquido do primeiro trimestre foi de US$ 767 milhões, superando os US$ 640 milhões de 2017.

A rede varejista vem atraindo mais clientes em casa e no exterior. A taxa de renovação dos membros norte-americanos da Costco, que funciona como clube de compras, atingiu 90,5%, 12 semanas antes do final do segundo trimestre, com a taxa mundial subindo de 87,9% para 88%, de acordo com Richard Galanti, CFO da Costco.

Galanti afirmou que a companhia atendeu “todos os tipos de pedidos e vendas durante o fim de semana da Black Friday até a Cyber ​​Monday”. As vendas mais fortes foram de itens de supermercado, eletrônicos, hardware, automotivos, saúde e beleza.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta