Pedidos online crescem 13,5% no Brasil em 2018

1102
[tempo para leitura: 2 minutos]

O número de pedidos de mercadorias online cresceu 13,5% na comparação com o primeiro semestre de 2017, de acordo com dados da edição do 1° semestre de 2018 do E-commerce Radar. A pesquisa avalia informações sobre as vendas de mais de 1 mil lojas online de porte pequeno, médio e grande. O aumento das vendas no e-commerce mostra como a presença digital pode destacar o lojista e seus produtos.

No entanto, é preciso investir em um bom site para conquistar clientes e ter uma boa taxa de conversão, índice que relaciona a quantidade de vendas com as visitas que a loja virtual recebeu. Apesar do aumento dos pedidos, segundo o E-commerce Radar, a taxa de conversão média do e-commerce brasileiro no 1° semestre de 2018 foi de 1,4%, mesma porcentagem de 2017.

Para Luiz D’elboux, diretor de Marketing da HostGator América Latina, um e-commerce exige bastante esforço em termos de complexidade de plataforma e gerenciamento. “Devem ser considerados o número de acessos que o site terá, a plataforma na qual ele será construído, o espaço de armazenamento necessário, e assim por diante. Avaliar o perfil e objetivos do negócio é o primeiro passo para definir o projeto necessário para iniciar a presença digital”, disse.

Os sites de e-commerce são os mais afetados por problemas de performance, de acordo com o Google. Quanto mais lento o carregamento do site, maior a probabilidade de o cliente desistir da compra. Uma pesquisa realizada pela Akamai e a Forrester Consulting, empresas especializadas na área de tecnologia, indica que 40% dos visitantes abandonam um site quando ele demora mais de 3 segundos para carregar. Para quem acessa via tablet ou smartphone, o tempo de espera pode ser menor ainda.

O E-commerce Radar também fez um levantamento das compras por dispositivos móveis, que cresceram de 11% para 34% entre 2017 e este ano. Isso mostra a necessidade do uso de modelos responsivos para melhor atender os clientes que utilizam esse tipo de dispositivo na hora da compra.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta