Nespresso inaugura em São Paulo a primeira loja com novo conceito global

0
1068

A Nespresso inaugurou esta semana, em São Paulo, a primeira boutique com um novo conceito de operação que será replicado mundialmente pela marca. “A loja pretende por o cliente no centro do serviço oferecido a ele”, explicou Claudia Leite, gerente de cafés e sustentabilidade da Nespresso no Brasil. A nova unidade está localizada na Rua Oscar Freire, um dos endereços mais nobres da capital paulista.

Entre as transformações do modelo de loja da companhia está o uso de tecnologia. “Teremos uma mudança de caráter arquitetônico que facilitará a movimentação. Serão retirados os balcões e o atendente poderá acompanhar o cliente com um tablete apresentando os produtos”, disse Claudia.

O design da boutique foi feito pelo arquiteto português Gonçalo Silva. Na decoração procura-se destacar a preocupação com sustentabilidade da companhia. Os tampos das mesas, por exemplo, são produzidos com uma mistura de borra de café e resina. Ao fundo, há um bar para degustação dos produtos. Nesse espaço, o cliente terá oportunidade para aprofundar seus conhecimentos. Praticamente, teremos ações gratuitas de hora em hora. São masterclasses, atividades conduzidas por um especialista”, disse Claudia.

A loja também manterá o aprendizado sobre os cafés da empresa como um dos objetivos da operação, como era feito anteriormente na unidade Nespresso Expertise Center, que ficava localizada na Rua Padre João Manuel, também no Jardim Paulista, mas que foi fechada em julho de 2018.

Na unidade, os consumidores poderão conhecer a origem dos grãos utilizados nas cápsulas e saber algumas curiosidades sobre a produção dos itens da marca. É possível também saber mais sobre o programa de reciclagem da Nespresso.

O espaço receberá quatro tipos de workshops com duração máxima de 20 minutos. Nas palestras serão apresentados diferentes temas relacionados ao universo do café, como origens, intensidades, aulas de degustação e preparação de diferentes bebidas que usam o café como base.

O piso superior da loja contém um ateliê para a realização de oficinas, onde os consumidores poderão, por exemplo, abrir as cápsulas para conhecer o pó do café e saber as alterações pelas quais ele passa em contato com o ar. “Falaremos de maneira mais profunda, mas não somos uma escola e não daremos certificados. É para conhecer com mais detalhes a bebida que tomamos”, explicou Claudia. Em um primeiro momento, este espaço funcionará apenas para convidados.

* Imagem reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, adicione seu comentário!
Coloque seu usuário aqui