Outlet Privalia cresce 16% em 2018

989
[tempo para leitura: 2 minutos]

O outlet online espanhol Privalia cresceu 16% em 2018 na comparação com 2017. O resultado foi alcançado graças ao crescimento do varejo digital e à agressividade dos preços, que fez a empresa atingir R$ 800 milhões de faturamento no ano passado.

Parte da estratégia da companhia é servir como plataforma de teste para marcas e coleções. “A informação que a gente gera aqui – quantidade e tempo de visualização em determinado item e taxa de conversão – ajuda as marcas a entenderem melhor os seus clientes e ter mais assertividade nas coleções futuras”, afirmou Fernando Boscolo, CEO da Privalia no Brasil.

Hoje o outlet possui dois mil parceiros, com marcas nacionais como Azezzo & Co, Grupo Restoque (Le Lis Blanc, Dudalina) e Grupo AMC (Colcci), além de internacionais como Ralph Lauren, Guess e Versace. De acordo com Boscolo, a empresa está rejeitando algumas marcas, focando apenas nas mais relevantes para enxugar o portfólio. A companhia realiza 400 campanhas de vendas por mês. Para ter acesso a elas, é necessário se cadastrar no site. A página possui aproximadamente 11 milhões de usuários ativos no Brasil e 74 milhões no mundo.

A Privalia foi comprada pela empresa francesa Ventee Prive em 2016, o que ajudou a ampliar o número de parceiros. “A boa relação do grupo com as marcas internacionais nos permitiram ter acesso a grifes de luxo”, afirmou Boscolo. O outlet é o que mais vende Versace. Isso acontece porque um vestido da grife de R$ 10,5 mil no momento do lançamento pode ser adquirido por R$ 1,5 mil quando a coleção sai de linha. “Nós temos o público com maior poder aquisitivo do varejo online”, falou o executivo. De acordo com ele, muitos clientes são pessoas que não tem o hábito de comprar roupas de grife.

A companhia percebeu que seu público desejava comprar também itens de lifestyle. Assim, ela passou a comercializar itens de outras categorias, como cosméticos e maquiagens, alimentos e bebidas, sportwear e Home & Decor. De acordo com levantamento realizado pelo E-bit, os produtos de beleza chegam a 15% do mercado online, seguido por moda e assessórios (14,5%) e casa e decoração (10,9%). Com os novos itens, a empresa prevê 16% de crescimento ao ano.

A Privalia investiu R$ 54 milhões em um novo centro de distribuição, com 26 mil m², localizado em Extrema, Minas Gerais. O espaço está preparado para receber 300 mil pedidos por mês. A companhia tem três centros de distribuição e pretende concentrar tudo em Extrema até meados de 2019.

Um dos objetivos do novo CD é fazer o outlet ter estoque prévio, recebendo os itens de seus parceiros antes da venda, reduzindo o tempo de entrega. Hoje, metade das operações da empresa são realizadas pelo modelo de reserva, em que somente após a venda, o parceiro encaminha o item para a empresa. Este formato faz com que a entrega dos produtos aos clientes demorem. O tempo previsto para recebimento era 28 dias, hoje são 16, mas a Privalia deseja reduzir ainda mais este tempo.

O outlet também recebe produções exclusivas, já que 14 parceiros produzem itens exclusivamente para ele. Estes produtos somam mais de 30% do faturamento da Privalia.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta