Preços do varejo de moda caem em todo o país

337
[tempo para leitura: 1 minuto]

Os preços do varejo de moda brasileiro, incluindo roupas, tecidos, calçados e acessórios, joias e bijuterias caíram neste inicio de ano. O fenômeno acontece desde 2015. De acordo com a pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para formação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), em janeiro de 2019, os preços caíram 1,15%, anulando o aumento de 1,14% de dezembro. Esta é a maior queda dos preços dos últimos quatro anos.

De acordo com o IPCA, a inflação brasileira cresceu em janeiro. Os preços no país subiram 0,32%, o dobro da taxa registrada em dezembro (0,15%). O grupo que apresentou a maior alta foi o de Alimentação e Bebidas, com alta de 0,9%. “O grupo Vestuário foi o único com deflação de dezembro para janeiro e ajudou a conter a taxa do mês, com impacto de 0,07 ponto percentual”, afirmou o relatório que acompanha os resultados da pesquisa.

A queda dos preços de vestuário foi registrada em todos os itens. Foram registrados recuo nos preços nas roupas femininas (de aumento de 2,34% em dezembro para queda de 2% em janeiro), roupas infantis (de 0,91% em dezembro para queda de 1,06% em janeiro) e roupas masculinas (de 1,57% em dezembro para queda de 0,99% em janeiro). O segmento de calçados também apresentou queda, de 0,65% em janeiro, ante crescimento de 0,64% em dezembro.

Os preços de moda caíram em todas as 16 capitais destacadas no relatório do IPCA. As maiores quedas foram registradas em Goiânia (-2,13%) e Aracaju (-2,12%). Em Campo Grande, a redução dos preços ficou em 1,99%. Em São Paulo a baixa dos preços ficou em  0,84%. O menor reajuste aconteceu em Rio Branco (-0,09%).

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta