Toys “R” Us pode ser reaberta

192
[tempo para leitura: 2 minutos]

Um dos principais assuntos da feira Toy Fair, que aconteceu nos Estados Unidos foi o possível ressurgimento da Toys “R” Us. Embora não totalmente inesperado, o anúncio de que executivos da rede varejista de brinquedos falida estavam planejando reiniciar o negócio certamente chamou a atenção de todos. Os detalhes são tão incompletos quanto o ceticismo sobre se isso tudo realmente acontecerá, muito menos se será realmente bem-sucedido.

Tentativas anteriores de trazer de volta uma longa lista de marcas de varejo que sucumbiram por uma variedade de razões não deram certo. O exemplo mais recente é o da Radio Shack (rede de artigos eletrônicos), que faliu em 2017 e cujo nome foi tudo que restou.

No entanto, o setor de brinquedos foi devastado pelo fechamento da Toys “R” Us. Por ser o vendedor número 1 de produtos da categoria, tudo o que o afeta impacta todas as empresas do segmento. As fabricantes Hasbro e a Mattel foram duramente afetadas.

Porém, se a Toys “R” Us voltar, ela encontrará um mercado diferente do que enfrentou até dois anos atrás. O Walmart, a Target e a Amazon mudaram suas estratégias e se fortaleceram no último Natal e, após um ano inteiro de preparação para a temporada de férias de 2019, estarão mais bem preparados, assertivo e mais bem sucedidos do que estavam em 2018 com os planos que prepararam juntos.

Lojas de brinquedos independentes também estarão melhor situadas para lidar com o espaço deixado com a falência da Toys. Essas empresas também podem tomar decisões de compra no primeiro trimestre que podem refletir melhor o estado do mercado sem a líder.

Isso também vale para a FAO Schwarz – ironicamente uma vez pertencente à TRU, mas agora uma empresa separada – que sinalizou planos para expandir sua presença tanto no mercado interno quanto no internacional, indo além do negócio de brinquedos.

A Toys “R” Us fez US $ 11 bilhões em vendas anuais em seu último ano de negócios, dos quais US $ 8 bilhões foram nos EUA. É um grande negócio em jogo, mesmo que grande parte tenha desaparecido durante o quarto trimestre do ano passado.

Fonte: Forbes

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta