Dona do Jack Daniel’s cresce no Brasil

232
[tempo para leitura: 1 minuto]

O desempenho no Brasil ajudou a Brown-Forman, dona do uísque Jack Daniel’s, a crescer. A empresa teve lucro liquido de US$ 227 milhões no terceiro trimestre, encerrado em 31 de janeiro. No Brasil, o uísque Jack Daniel’s teve destaque nos resultados obtidos pelo grupo, ajudando no crescimento de 15% no volume de vendas. Entretanto, por mais que as vendas tenham crescido 27% em moeda constante, a desvalorização do real ante o dólar levou a uma queda de 6% em termos de valor.

A companhia vem realizando uma expansão internacional.  As vendas do uísque Jack Daniel’s, aumentaram 21% no mundo, as da Herradura, 9%, e da El Jimador, 11%. O lucro operacional do grupo chegou a US$ 916 milhões, um crescimento de 2% no período. O lucro diluído por ação aumentou 12%, ficando em US$ 1,40 por ação. Na comparação anual, a receita líquida cresceu 3% no trimestre, chegando a US$ 2,58 bilhões.

De acordo com a empresa, a redução de preços para distribuidores em alguns mercados, principalmente nos Estados Unidos, provocou uma queda de 1 ponto percentual no faturamento das vendas. Ela foi realizada para compensar a maior tributação.

Os custos de vendas aumentaram 9%, totalizando US$ 896 milhões. Por outro lado, as despesas com vendas, gerais e administrativas recuaram 4%, para US$ 478 milhões, e os gastos com publicidade caíram 2%, para US$ 303 milhões.

“Nosso portfólio de bebidas premium apresentou um crescimento sustentável, liderado pela força das marcas de tequila e bourbon, bem como pela expansão internacional do Jack Daniel’s. Estamos no caminho para entregar outro ano de bons resultados”, disse Lawson Whiting, presidente-executivo da Brown-Forman.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta