Walmart anuncia parceria com Google

789
[tempo para leitura: 2 minutos]

O Walmart anunciou na última terça-feira (2) parceria com o Google Voice para possibilitar aos clientes comprar por dispositivo de voz e receber os produtos em casa. A ideia é bater de frente com a Amazon, que já possui esta opção de compra. A funcionalidade só está disponível nos Estados Unidos.

Os clientes da Amazon já podiam comprar mantimentos fazendo pedidos em suas casas para seus dispositivos Echo, mas os clientes do Walmart não tinha essa opção. Como o Walmart não fabrica seu próprio dispositivo inteligente como o Amazon, a rede de supermercados fez a parceria para utilizar o assistente de voz da Google, está disponível em mais de um bilhão de dispositivos.

Segundo informações da CNN, a partir deste mês, a compra por dispositivo de voz estará disponível em mais de 2.100 lojas e entrega online em mais de 800 lojas.

Histórico da compra
Os históricos de compras dos clientes do Walmart serão vinculados ao assistente do Google para que o assistente saiba qual tipo de produto os clientes preferem.

Embora as compras de voz representem uma pequena fração dos gastos de varejo hoje, os analistas esperam que ela se torne mais popular nos próximos anos, afirma Tom Ward, vice-presidente sênior de operações digitais do Walmart nos EUA, em entrevista à CNN. “Continuamos inovando para o futuro e buscando tecnologia”.

O Walmart também planeja expandir as compras de voz para outras plataformas, além do Google.

Concorrente de peso
Entretanto, o Walmart ainda seguirá a Amazon na corrida de compras de voz. O Echo da Amazon é responsável por mais de 60% das vendas de alto-falantes inteligentes, de acordo com um estudo realizado no ano passado pela empresa  de pesquisa de mercado eMarketer.

As compras representam mais da metade das vendas anuais do Walmart e pressionam os clientes a irem às lojas. Nos últimos anos, o Walmart investiu bilhões de dólares para oferecer aos compradores a opção de comprar mantimentos online e buscá-los nas lojas pedir a entrega em casa.

Esses esforços foram bem sucedidos: cerca de 13% dos compradores do Walmart já usam a coleta seletiva, de acordo com estimativas da Cowen.

Fonte: E-commerce Brasil

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta