Startup cria cartão de crédito que define limite por meio de pegada de carbono

433
[tempo para leitura: < 1 minuto]

Os limites dos cartões de crédito costumam ser calculados com base no rendimento mensal, hábitos de consumo e histórico de pagamentos. A fintech sueca Doconomy pretende mudar isso. A companhia lançará um cartão de crédito que estabelece o limite de gastos com base no impacto do consumidor no meio ambiente e em sua pegada de carbono.

A empresa, em parceria com a secretaria de mudanças climáticas das Nações Unidas e Mastercard, desenvolveu um cartão que calcula, por meio das compras, a pegada de carbono do cliente, propondo ainda maneiras radicais para diminuí-la. O cartão será lançado em duas versões, uma que apenas calcula as emissões e outra, a Do Black, que estabelece um limite de pegada de carbono que a pessoa pode gerar no ano, impedindo que o cartão seja utilizado caso a barreira seja ultrapassada.

Para fazer o cálculo, a empresa utiliza como base as emissões médias de carbono de acordo com o tipo de loja. Já o limite da pegada de carbono é estabelecido com base em um cálculo médio do quanto um cidadão precisa deixar de poluir para que a população atinja a meta de cortar pela metade as emissões de carbono do planeta até 2030. A entidade também ajudará consumidores a entrar em contato com instituições que ajudam a repor a pegada de carbono, todas aprovadas pela ONU.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta