Walmart mira no mercado pet com clínicas e loja online

383
[tempo para leitura: 3 minutos]

O Walmart está abrindo dezenas de clínicas veterinárias em suas lojas e lançando sua primeira farmácia on-line, na esperança de atrair mais donos de animais americanos que gastam bilhões de dólares a cada ano com seus cães e gatos.

O maior varejista do mundo já opera 21 clínicas veterinárias em suas lojas em seis estados, mas no próximo ano deverá ampliar esse número para 100. A expansão começará com nove novas clínicas na área de Dallas-Fort Worth este mês e em junho. Nelas, animais de estimação recebem vacinas, fazem exames de rotina e cuidam de pequenas doenças.

O Walmart também lançará uma farmácia online para animais de estimação, a WalmartPetRX.com, concorrendo com outras, como a PetSmart, a Chewy.com. O varejista informou que oferecerá prescrições de baixo custo de 300 marcas para cães, gatos, cavalos e gado.

As vendas da rede de produtos veterinários para cães e gatos aumentaram cerca de 60% no ano passado. Mais compradores nos EUA estão cuidando de seus animais de estimação, optando por gastar um pouco mais para ter um melhor atendimento e investindo até mesmo em opções de alimentos orgânicos. Segundo a American Pet Products Association, os gastos com animais de estimação nos Estados Unidos chegaram ao recorde de US$ 72,5 bilhões no ano passado. O grupo de comércio da indústria estima que os gastos excederão US$ 75,3 bilhões este ano, em comparação com os US$ 60 bilhões há apenas quatro anos.

Ainda de acordo com a APPA, os EUA gastaram mais com alimentos em 2018, chegando a US$ 30,32 bilhões. US$ 18,11 bilhões foram gastos em atendimento veterinário; US$ 16,01 bilhões em suprimentos e medicamentos de venda livre; US$ 2,01 bilhões na compra dos animais de estimação e US$ 6,11 bilhões foram para “outros serviços”, segundo o grupo de comércio.

Em 2019, a organização projeta que os gastos com alimentação subirão para US$ 31,68 bilhões, os de tratamentos veterinários chegarão a US $ 18,98 bilhões; US$ 16,44 bilhões em suprimentos e remédios; US$ 1,97 bilhão com compras de animais; e “outros serviços” alcançarão US$ 6,31 bilhões.

A categoria fresca em pet food é que realmente impulsiona as vendas, pois os proprietários ficam mais conscientes sobre o que estão dando para seus animais comerem. Esta é a mesma tendência que se vê na alimentação humana, já que boa parte da população está investindo em alimentos frescos e saudáveis.

As vendas de alimentos para animais de estimação frescos nos EUA dispararam 70%, para mais de US$ 546 milhões, entre 2015 e 2018, segundo dados compilados pela Nielsen. E isso não inclui vendas online ou pessoas preparando os próprios alimentos para animais de estimação, disse a Nielsen.

O Walmart vem expandindo seu sortimento on-line para incluir mais marcas preocupadas com a saúde como Blue Buffalo, Greenies e Science Diet de Hill. A empresa também vem desenvolvendo mais opções de alimentos “premium em suas marcas próprias, como Pure Balance, Golden Rewards e Vibrant Life. Entre elas está a utilização de frangos criados em fazendas.

Outros varejistas também estão seguindo o modelo e aproveitando a oportunidade de conquistar uma fatia maior do mercado. A Amazon, por exemplo, tem sua própria marca de alimentos para animais de estimação chamada Wag, batizada com o nome de Wag.com, que foi adquirida na compra da Quidsi em 2011. A Target firmou parceria com a popular fabricante de brinquedos para cães BarkBox para vender doces e brinquedos em suas lojas físicas e no e-commerce. A Petco fez uma parceria com a “JustFoodForDogs” para abrir uma cozinha em sua principal unidade em Nova York, onde pretende produzir mais de 2.000 libras de alimentos frescos para animais de estimação todos os dias.

“A categoria para animais de estimação é aquela em que a Amazon enfrenta uma ameaça do Chewy.com, o principal destino das vendas de animais de estimação on-line”, disse Dave Aronson, analista da 1010data. “E não é surpresa ver agora o foco da Chewy em sua própria marca privada como uma forma de capitalizar a popularidade de seu site, a fim de gerar lucros maiores”, afirmou o analista.

Aronson disse que as vendas de ração e pet food devem continuar a crescer on-line, já que os compradores apreciam a conveniência de não ter de levar sacolas pesadas para casa.

Com base em seu momento no setor, a Chewy.com irá fazer um IPO, já que suas vendas cresceram para US$ 3,5 bilhões em 2018, acima dos US$ 2,1 bilhões de 2017. A empresa afirma que oferece frete grátis para entregas em um a dois dias em pedidos acima de US$ 49, enquanto o Walmart oferece frete grátis para entrega em dois dias para pedidos on-line acima de US$ 35.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta