McDonald’s reforça seu plano de modernização de lojas nos EUA

225
[tempo para leitura: 2 minutos]

Na última quinta-feira, o McDonald’s abriu uma nova loja na Times Square, ponto esperado para ser o seu mais movimentado restaurante nos EUA. A localização imprime as atualizações modernas que a marca vem trazendo para suas lojas americanas. Possui placas de menu digital, 18 quiosques de autoatendimento e estações de carregamento móveis sem fio em mesas.

As atualizações de alta tecnologia são parte de sua estratégia para impulsionar as vendas, trazendo os clientes de volta para suas lojas. As renovações foram pensadas para melhorar a comodidade e experiência do cliente, além de modernizar o visual dos restaurantes.

Inicialmente, o plano original do McDonald’s era para que todas as renovações de lojas fossem realizadas até 2020, mas esse prazo foi postergado para 2022. Em 2018, o McDonald’s gastou 1,4 bilhões de dólares para remodelar cerca de 4.500 restaurantes. Este ano, os gastos previstos para atualizar 2 mil pontos é de $1 bilhão.

Quando os clientes entram no local, a visão dos quiosques de autoatendimento os recebem com “boas-vindas”. Os funcionários também estão disponíveis para realizar pedidos e pagamentos.

No segundo andar, os quiosques de autoatendimento também estão disponíveis para que o público que frequenta o restaurante possa efetuar quaisquer itens esquecidos.

De acordo com Max Carmona, diretor sênior do projeto e desenvolvimento global do visual dos restaurantes, o olhar moderno e simples do interior da loja. “Tudo foi pensado para contrastar com os outdoors e a agitação da Times Square”, disse o executivo. “Seu exterior de vidro dá aos clientes uma grande visão dessa atividade”, completou.

* Imagem reprodução

Deixe uma resposta