Rede Muffato transforma loja para conceito omnichannel

592
[tempo para leitura: 2 minutos]

O Grupo Muffato inaugurou sua primeira loja com conceito omnichannel, que integra os canais offline e online. A unidade do bairro Tarumã, em Curitiba recebeu R$ 12 milhões para a realização do processo de reformulação. O objetivo é que a marca ofereça uma nova forma de relacionamento com o cliente.

No supermercado, os clientes terão acesso a uma vitrine virtual onde é possível navegar e selecionar os itens que desejam – como se fosse uma prateleira infinita, com mais opções de produtos do que aqueles que estão no estoque na loja física – e comprar os que lhe agradam online. Os preços nesta plataforma interativa tendem a ser mais competitivos e o usuário pode escolher se deseja receber o produto em casa ou retirar a compra na loja, que agora conta com um espaço destinado exclusivamente para isso. O modelo oferece 80% mais variedade em produtos eletroeletrônicos.

Outra tecnologia implementada na loja é o autocaixa, em que o cliente passa os produtos e faz o pagamento sem precisar do auxílio de um funcionário, mas sem limite na quantidade de itens, como acontece no self checkout da rede. Com a repaginação da loja os clientes podem escolher de que forma querem efetuar o checkout, dentre as cinco opções disponíveis: caixas tradicionais, caixas rápidos, autocaixa, autocaixa dinâmico e caixas do terminal ominichannel.

Também é possível comprar no site, com delivery, ou pelo Click & Collect, que permite que o cliente compre online e retire na loja com data e hora previamente agendadas, sem custo e sem filas.

Para Alexandre van Beeck, sócio-diretor da GS&Consult, a ação da rede é uma tendência no segmento. “O varejo alimentar está se adaptando, criando oportunidades para o cliente ter mais conveniência, mais facilidade de acesso aos produtos, que não necessariamente são os que têm na loja. Ao mesmo tempo, permite que o negócio do varejo seja mais inteligente, acessível e prático para quem está consumindo.”

A reformulação e modernização da loja também trouxe a ampliação de 50% do mix de produtos da linha de saudáveis – diet, sem glúten, sem lactose, fit, funcional, vegano e orgânico – com uma nutricionista para orientar os clientes; adega climatizada com sommelier e 800 rótulos de vinhos e cervejas especiais; quiosque de comida japonesa com opções de sushis, sashimis e temakis, preparados na hora e embalados para serem consumidos em casa. O supermercado recebeu um forro novo com iluminação 100% em LED, que gera uma economia de energia elétrica de até 30%.

Van Beeck afirma que a rede fez uma transformação completa na unidade. “São dois movimentos grandes. Um de mix, com a inclusão de mais produtos frescos e saudáveis e o outro da digitalização, tanto do ponto de venda quanto na facilidade e conveniência para o consumidor. O negócio ganha com mais acesso a informação e mais eficiência operacional”.

*Imagem reprodução

Deixe uma resposta